Às vésperas da eleição, Brasil descola dos mercados globais