Saúde

Vacina Covid em Curitiba: veja quem pode se vacinar esta semana (6 a 10 de junho)

Há vacinações para diversas idades, repescagens, segunda dose e dose de reforço; confira a listagem e os intervalos necessários entre cada dose

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Prefeitura de Curitiba
Vacina Covid em Curitiba: veja quem pode se vacinar esta semana (6 a 10 de junho)
(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

5 de junho de 2022 - 15:05 - Atualizado em 5 de junho de 2022 - 15:05

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba convoca mais de 33 mil pessoas para se vacinarem contra a covid-19 de segunda (6/6) a sexta-feira (10/6). O novo cronograma finaliza o chamamento escalonado para a dose de reforço (3ª dose) dos adolescentes de 12 a 17 anos, iniciado na última semana.

O novo chamamento contempla, ainda, a 2ª dose de crianças de 5 a 11 anos, adolescentes e adultos e doses de reforço para pessoas com 18 anos ou mais ou para pessoas imunossuprimidas com 12 anos ou mais.

O cronograma também oferece repescagens de 1ª dose, 2ª dose e doses adicionais de reforço para pessoas anteriormente convocadas e para as que já completaram o período de intervalo para as demais doses (2ª e reforços) e que ainda não compareceram.

Pessoas que tiveram covid-19 devem aguardar pelo menos quatro semanas após o início dos sintomas, para se vacinar. No caso de pessoas que tiveram outras doenças, a orientação é que aguardem o completo reestabelecimento.

Intervalo entre as doses

Para receber a 2ª dose ou as doses de reforço, é necessário ter completado o intervalo recomendado, que varia conforme a marca do imunizante já recebido.

A data das doses recebidas pode ser confirmada no Aplicativo Saúde Já Curitiba (site ou smartphone), ao acessar a aba “Carteira de Vacinação” e, em seguida “Aplicadas”.

Prazo recomendado para as próximas doses do imunizante anticovid:

Intervalo para receber 2ª dose

  • Pfizer (12 anos ou mais) – intervalo de 21 dias após 1ª dose
  • Pfizer pediátrica (5 a 11 anos) – intervalo de 56 dias após 1ª dose
  • Coronavac (6 anos ou mais) – intervalo de 28 dias após 1ª dose
  • Astrazeneca (18 anos ou mais) – intervalo de 28 dias após 1ª dose

Intervalo para receber 1º reforço (2ª dose para Janssen; 3ª dose para as demais)

  • Janssen (18 anos ou mais) – intervalo de 56 dias após 1ª dose
  • Pfizer, Coronavac, Astrazeneca (12 anos ou mais) – intervalo de 120 dias após 2ª dose
  • *Pessoas imunossuprimidas (12 anos ou mais) – intervalo de 56 dias após 2ª dose
  • ** Gestantes recebem apenas reforço com imunizante Pfizer

Intervalo para receber 2º reforço (4ª dose)

  • Idosos (60 anos ou mais) – intervalo de 120 dias após 1º reforço (3ª dose)
  • *Pessoas imunossuprimidas (12 anos ou mais) – intervalo de 120 dias após 1º reforço (3ª dose)

Onde se vacinar

A vacinação contra a covid-19 acontece das 8h às 17h e os locais podem ser consultados no site Imuniza Já Curitiba. É recomendado o uso de máscara nas unidades de saúde.

Vacinação contra covid-19 – 6 a 10 de junho

Vacinação Infantil* (de 5 a 11 anos)

De segunda a sexta-feira (6 a 10/6)

*Crianças de 5 a 11 anos precisam aguardar intervalo de 15 dias entre vacina contra a gripe e a da covid

1ª dose
Repescagem de crianças de 5 a 11 anos com ou sem comorbidades

2ª dose
– Para quem recebeu 1ª dose de Pfizer (pediátrica):
Segunda-feira (6/6): vacinadas com 1ª dose até 11/4
Terça-feira (7/6): vacinadas com 1ª dose até 12/4
Quarta-feira (8/6): vacinadas com 1ª dose até 13/4
Quinta-feira (9/6): vacinadas com 1ª dose até 14/4
Sexta-feira (10/6): vacinadas com 1ª dose até 15/4

– Para quem recebeu 1ª dose de Coronavac:
Segunda-feira (6/6): vacinadas com 1ª dose até 9/5
Terça-feira (7/6): vacinadas com 1ª dose até 10/5
Quarta-feira (8/6): vacinadas com 1ª dose até 11/5
Quinta-feira (9/6): vacinadas com 1ª dose até 12/5
Sexta-feira (10/6): vacinadas com 1ª dose até 13/5

Pessoas com 12 anos ou mais

De segunda a sexta-feira (6 a 10/6)

1ª dose
– Repescagem para pessoas com 12 anos completos ou mais

2ª dose
– Repescagem para pessoas que perderam a data da aplicação da 2ª dose agendada no Aplicativo Saúde Já;

– Para quem recebeu Pfizer:
Segunda-feira (6/6): vacinados com 1ª dose até 16/5
Terça-feira (7/6): vacinados com 1ª dose até 17/5
Quarta-feira (8/6): vacinados com 1ª dose até 18/5
Quinta-feira (9/6): vacinados com 1ª dose até 19/5
Sexta-feira (10/6): vacinados com 1ª dose até 20/5

– Para quem recebeu Coronavac e AstraZeneca:
Segunda-feira (6/6): vacinados com 1ª dose de até 9/5
Terça-feira (7/6): vacinados com 1ª dose de até 10/5
Quarta-feira (8/6): vacinados com 1ª dose de até 11/5
Quinta-feira (9/6): vacinados com 1ª dose de até 12/5
Sexta-feira (10/6): vacinados com 1ª dose de até 13/5

Dose de reforço da dose única da Janssen
– Pessoas com 18 anos ou mais
Segunda-feira (6/6): vacinados com dose única até 11/4
Terça-feira (7/6): vacinados com dose única até 12/4
Quarta-feira (8/6): vacinados com dose única até 13/4
Quinta-feira (9/6): vacinados com dose única até 14/4
Sexta-feira (10/6): vacinados com dose única até 15/4

3ª dose (dose de reforço)
– Pessoas com 12 anos ou mais
Segunda-feira (6/6): vacinados com a 2ª dose até 6/2
Terça-feira (7/6): vacinados com a 2ª dose até 7/2
Quarta-feira (8/6): vacinados com 2ª dose até 8/2
Quinta-feira (9/6): vacinados com 2ª dose até 9/2
Sexta-feira (10/6): vacinados com 2ª dose até 10/2

– Pessoas imunossuprimidas com 12 anos ou mais
Segunda-feira (6/6): vacinados com 2ª dose até 11/4
Terça-feira (7/6): vacinados com 2ª dose até 12/4
Quarta-feira (8/6): vacinados com 2ª dose até 13/4
Quinta-feira (9/6): vacinados com 2ª dose até 14/4
Sexta-feira (10/6): vacinados com 2ª dose até 15/4

4ª dose (segunda dose)
– Pessoas imunossuprimidas com 12 anos e idosos com 60 anos ou mais*

Segunda-feira (6/6): vacinados com o 1º reforço (3ª dose) até 6/2
Terça-feira (7/6): vacinados com o 1º reforço (3ª dose) até 7/2
Quarta-feira (8/6): vacinados com o 1º reforço (3ª dose) até 8/2
Quinta-feira (9/6): vacinados com o 1º reforço (3ª dose) até 9/2
Sexta-feira (10/6): vacinados com o 1º reforço (3ª dose) até 10/2

*Simultaneamente à quarta dose da vacina contra a covid, os idosos com 60 anos ou mais podem receber a vacina contra a gripe.