Saúde

‘Se casos de Covid subirem demais, medidas restritivas podem voltar’, diz Batistella

Secretária da Saúde recomentou a manutenção do uso de máscaras em ambientes internos

Isadora
Isadora Deip / Estagiária com informações da CMC e supervisão de Giselle Ulbrich
‘Se casos de Covid subirem demais, medidas restritivas podem voltar’, diz Batistella
(Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

24 de maio de 2022 - 20:29 - Atualizado em 24 de maio de 2022 - 21:45

A secretária da saúde de Curitiba, Beatriz Battistella, esteve na Câmara Municipal nesta terça-feira (24) para prestar contas do último quadrimestre e declarou que, se os casos de Covid-19 aumentarem, as medidas restritivas podem voltar.

“Se essa evolução for grave, é lógico que a gente vai ter que tomar outras medidas, mas não é necessário. Acho que a gente tem que fazer isso de acordo com a realidade, para que a gente tenha a adesão das pessoas”,

explica.

Segundo a secretária, no momento, a recomendação é manter o uso de máscaras em ambientes internos e não abandonar as demais medidas de higiene adotadas na pandemia, como o uso de álcool em gel.

A titular da saúde também observou o aumento da cobertura vacinal de alguns imunizantes, tema para o qual a antecessora, Márcia Huçulak, vinha chamando a atenção nas últimas audiências públicas. Mas alertou que é necessário avançar ainda mais.

“As nossas equipes diariamente estão de portas abertas. Nós temos vacina, temos agulha, temos seringa. Temos gente para fazer a aplicação. […] Precisamos que as pessoas realmente busquem o serviço”,

pontuou.

O momento atual, acrescentou a secretária da Saúde, é de atenção às “próximas etapas” da pandemia: “Apesar da alta quantidade de casos ativos e de novos casos acontecendo, resulta em muito menos internações, resulta em muito menos óbitos. Mas isso não significa que a gente tenha o cenário da pandemia acabado ou que não tem mais”, avaliou. 

Policial, serviços, política, saúde, economia… Tem isso e tudo o que acontece no Paraná no RIC Mais. Clique aqui e mande sua sugestão de pauta.