Saúde

Premiê britânico diz que pessoas sem dose de reforço contra Covid são 90% dos internados em UTI

Boris Johnson conversou com repórteres durante uma visita a um centro de vacinação

Reuters
Reuters
Premiê britânico diz que pessoas sem dose de reforço contra Covid são 90% dos internados em UTI
Premiê britânico, Boris Johnson, visita centro de vacinação contra Covid-19 em Milton Keynes

29 de dezembro de 2021 - 09:28 - Atualizado em 29 de dezembro de 2021 - 10:54

LONDRES (Reuters) – O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, incentivou nesta quarta-feira (29) as pessoas a tomarem a dose de reforço da vacina contra a Covid-19, dizendo que a esmagadora maioria dos pacientes com coronavírus em terapia intensiva nos hospitais britânicos não recebeu o reforço.

Johnson também disse que as pessoas devem comemorar a chegada do Ano-Novo com cautela, após ele ter decidido não impor restrições mais severas para limitar a propagação da altamente transmissível variante Ômicron.

“Lamento dizer isso, mas a esmagadora maioria das pessoas que estão atualmente acabando na terapia intensiva em nossos hospitais é de pessoas que não receberam a dose de reforço”, disse o premiê a repórteres durante uma visita a um centro de vacinação. “Eu conversei com médicos que dizem que os números chegam a 90% das pessoas em terapia intensiva.”

“A variante Ômicron continua causando problemas reais, você está vendo os casos aumentarem nos hospitais, mas é obviamente mais leve do que a variante Delta.”

(Por Kate Holton)