Saúde

Paraná tem 1.604 novos casos e 34 mortes causados pela Covid-19

O estado já registra 37.610 mortos pela doença

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da AEN
Paraná tem 1.604 novos casos e 34 mortes causados pela Covid-19
(Foto: Unsplash)

7 de setembro de 2021 - 15:40 - Atualizado em 7 de setembro de 2021 - 15:40

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta terça-feira (7) mais 1.604 casos confirmados e 34 mortes causados pela Covid-19. De acordo com a pasta, os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Assim, o Paraná soma 1.463.873 casos confirmados e 37.610 mortos pela doença.

Os casos confirmados divulgados nesta data são de setembro (984), agosto (413), julho (23), junho (110), maio (72), abril (1) e março (1) de 2021.

Internados

960 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 683 pacientes em leitos SUS (403 em UTI e 280 em leitos clínicos/enfermaria) e 277 em leitos da rede particular (136 em UTI e 141 em leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.343 pacientes internados, 684 em leitos UTI e 659 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos da rede pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Óbitos

A Sesa informa a morte de mais 34 pacientes. São 11 mulheres e 23 homens, com idades que variam de 27 a 94 anos. Os óbitos ocorreram entre 17 de abril a 6 de setembro de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em: São José dos Pinhais (5), Curitiba (5), Cascavel (3), Toledo (2), Quatro Barras (2) e Foz do Iguaçu (2).

A Sesa registra ainda a morte de uma pessoa que residia em cada um dos seguintes municípios:Terra Roxa, Santa Tereza do Oeste, Prudentópolis, Piraquara, Peabiru, Londrina, Laranjeiras do Sul, Kaloré, Itambé, Guarapuava, Formosa do Oeste, Corumbataí do Sul, Campo Largo, Cafelândia e Araucária.

Fora do Paraná

O monitoramento da Sesa registra 6.460 casos de residentes de fora do Estado, 220 pessoas foram a óbito.

Leia o informe completo clicando aqui.

https://ricmais.com.br/noticias/coronavirus/