Saúde

Médica suspeita de post ofensivo é afastada de UPA 24h, em Almirante Tamandaré

CRM-PR abriu uma sindicância para apurar publicações realizadas nas redes sociais da profissional

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Médica suspeita de post ofensivo é afastada de UPA 24h, em Almirante Tamandaré
(Foto: Venilton Kuchler/AEN)

24 de maio de 2022 - 11:18 - Atualizado em 24 de maio de 2022 - 11:18

A médica suspeita de publicar mensagens ofensivas e desrespeitosas contra pacientes foi afastada pela Prefeitura de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Por meio de nota, o município confirmou que a profissional realiza plantões em uma Unidade de Pronto-Atendimento 24 horas. 

Ainda de acordo com a nota, colegas de trabalho revelaram que a postura profissional da médica não condiz com as publicações realizadas nas redes sociais. “Sempre atendeu todos os pacientes com muito respeito e simpatia, sem reclamações por parte da população”, destacou o comunicado.

A médica, que possui inscrição no Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) há oito meses, é contratada de uma empresa terceirizada e atua como plantonista na UPA de Almirante Tamandaré. A Prefeitura de Almirante Tamandaré informou ainda que está à disposição para colaborar com as investigações.

“Devido ao fato está suspensa das atividades de atendimento na UPA 24h deste município, até que tudo seja esclarecido. Se comprovada conduta irresponsável, que fere os princípios éticos do exercício da profissão, a mesma será desligada da equipe de plantonistas”,

diz a nota.

Histórico de publicações polêmicas

Apesar de jovem, e com apenas oito meses de inscrição no CRM-PR, a médica acumula outras publicações polêmicas em relação à profissão. Nas redes sociais, que agora estão todas privadas, a mulher compartilhou momentos da rotina em que não concorda com a atitude dos pacientes. Veja algumas publicações: