Saúde

Londrina completa um ano de vacinação contra a Covid-19

A cidade completa 365 de campanha de vacinação contra o novo coronavírus com 1.016.013 vacinas aplicadas

Bruna
Bruna Melo / Repórter
Londrina completa um ano de vacinação contra a Covid-19
(Foto: Reprodução/Facebook Secretaria Municipal de Saúde de Londrina)

19 de janeiro de 2022 - 10:27 - Atualizado em 19 de janeiro de 2022 - 10:27

Nesta terça-feira, dia 19 de janeiro de 2021, Londrina, no norte do Paraná, completa um ano de campanha de vacinação contra a Covid-19. Desde então, já foram aplicadas 1.016.013 doses dos imunizantes aplicadas em 461.117 londrinenses.

A primeira pessoa a ser vacinada foi a enfermeira Fátima Ruiz, de 52 anos, parte da equipe médica do Hospital Universitário (HU) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ela estava na profissão há 27 anos e havia atendido o primeiro paciente com laudo positivo para o novo coronavírus na cidade. A aplicação foi feita no HU e transmitida em diversos veículos de imprensa.

Ao repórter Guilherme Batista, da RICtv, na ocasião, Fátima disse que “acredita realmente na eficácia” das vacinas. Ela relatou que a Saúde esperava diminuição dos casos, em outubro de 2020, mas houve aumento. A vacinação foi vista como uma possível forma de reduzir os positivados e as mortes pela doença.

“A gente vai estar devolvendo a saúde, vai estar devolvendo o abraço, vai estar devolvendo o encontro familiar, devolvendo o amor“,

Fátima disse em entrevista ao repórter Guilherme Batista.

Para o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, completar 365 dias de campanha é um momento de celebração. Embora a cidade esteja, no momento, em meio a uma “grande explosão” de casos positivos, os maiores índices desde o início da pandemia, a taxa de pessoas internadas e óbitos são os menores. Para o secretário, a redução se dá pelo aumento da população vacinada.

No dia 19 de janeiro de 2021, eram 416 casos ativos, 115 pessoas internadas (27%) e cinco novas mortes, somando 512 óbitos. No último boletim publicado pelo município, nesta terça-feira (18), Londrina soma 2.133 positivados, 29 pacientes internados (1,3%) e uma vítima fatal, contabilizando 2.327 mortes.

“Um filme passa pela nossa cabeça. […] Para a população que porventura ainda não aderiu à vacina, não foi completar seu esquema vacinal, seja de segunda, seja de terceira, de dose de reforço, até mesmo as primeiras doses que não vieram receber, nos ajude. Só conseguiremos retornar à nossa vida, como era lá em 2019, quando nós vacinarmos toda a população e proteger de forma correta”,

Felippe Machado diz.

Atualmente, Londrina continua disponibilizando doses para iniciar ou completar o esquema vacinal. A campanha da primeira dose segue para crianças entre 5 a 11 anos. Para vacinar os menores, é necessário que o pai ou o responsável esteja presente e entregue o termo de consentimento assinado.

Vacinômetro divulgado no dia 18 de janeiro de 2022. (Foto: Divulgação/N.Com)