Saúde

Curitiba faz repescagem com Coronavac para crianças e adolescentes

Adultos que ainda não receberam a primeira dose  também poderão ser vacinados na repescagem

Isadora
Isadora Deip / Estagiária com informações da Prefeitura de Curitiba e supervisão de Caroline Berticelli
Curitiba faz repescagem com Coronavac para crianças e adolescentes
Foto: Multivacinação/SESA

24 de janeiro de 2022 - 20:38 - Atualizado em 24 de janeiro de 2022 - 20:38

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Curitiba fará na terça-feira (25) a repescagem da vacinação contra a Covid-19 para crianças e adolescentes nascidos até 31 de dezembro de 2011, com imunizantes da Coronavac.

Segundo informações da prefeitura, a convocação é uma oportunidade para crianças e adolescentes que já foram chamados, mas não puderam comparecer na data de aplicação. Adultos que ainda não foram imunizados com a primeira dose também podem receber a vacina durante a repescagem.

Não haverá aplicação de imunizantes da Pfizer para primeira dose nesse dia, de acordo com a prefeitura.

Coronavac

Após a liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Ministério da Saúde incluiu, na sexta-feira (21), a Coronavac na campanha de vacinação contra a Covid-19 para a faixa etária de 6 a 17 anos. Há orientação, no entanto, para que ela não seja aplicada em imunocomprometidos.

Onde vacinar

A vacinação das crianças de até 11 anos acontece em dez locais específicos para o atendimento dessa faixa etária. Para os adolescentes com 12 anos completos ou mais, a vacinação ocorre nos mesmos locais dos adultos.

A prefeitura alerta que os locais de vacinação podem sofrer alterações conforme o público estimado para receber vacina a cada dia. Antes de procurar uma unidade, confira as que farão a aplicação no site Imuniza Já.

Orientação

A SMS recomenda que os responsáveis façam o cadastro prévio da criança no Aplicativo Saúde Já, para agilizar o fluxo da vacinação. Crianças acompanhadas pelo SUS de Curitiba já estão cadastradas.

No dia da vacinação, a criança precisa estar acompanhada de um familiar ou responsável para a assinatura do termo de consentimento.

Também deverá ser apresentado documento de identificação e CPF da criança, documento de identificação com foto e comprovante de residência em nome do responsável pela criança.

As orientações detalhadas e a relação das comorbidades podem ser conferidas no “Pequeno Manual para vacinação das crianças de 5 a 11 anos em Curitiba”.

Recomendações

A vacina contra a Covid-19 para crianças não deve ser aplicada de forma simultânea com imunizantes para outras doenças. A recomendação é que haja um intervalo de 15 dias entre as vacinas.

Crianças que testaram positivo para a doença devem aguardar um intervalo de 30 dias após a data de início dos sintomas para receber o imunizante.

Policial, serviços, política, saúde, economia… Tem isso e tudo o que acontece no Paraná no RIC Mais. Clique aqui e mande sua sugestão de pauta.