Saúde

Crianças de 11 anos sem comorbidades podem agendar a vacina contra a Covid-19, em Londrina

Até terça-feira (18), apenas aquelas nascidas até o dia 30 de junho de 2010 podiam agendar para receber o imunizante

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Crianças de 11 anos sem comorbidades podem agendar a vacina contra a Covid-19, em Londrina
(Foto: Vivian Honorato/N.com)

19 de janeiro de 2022 - 18:36 - Atualizado em 19 de janeiro de 2022 - 18:36

A Prefeitura de Londrina, no norte do Paraná, liberou o agendamento da vacina contra a Covid-19 para crianças de 11 anos completos e sem comorbidades. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (19), durante entrevista coletiva realizada pelo secretário municipal de Saúde, Felippe Machado.

Cerca de 1500 crianças nascidas até o dia 30 de junho de 2010 já foram liberadas para receberem a dose do imunizante, até terça-feira (18). Com a autorização desta quarta (19), mais 2000 crianças poderão ser vacinadas. Vale lembrar que, para fazer o agendamento, é preciso estar com o cadastro prévio feito, através do site da prefeitura.

Baixa procura

Dados da Secretaria de Saúde estimam que haja cerca de 40 mil crianças entre 5 e 11 anos na cidade. No entanto, apenas 16 mil fizeram o cadastro para tomar a vacina. O número daquelas que foram receber a aplicação é ainda menor: 500.

“Fazemos um apelo às mães, aos pais e aos responsáveis pelas crianças, para que eles possam garantir esse direito sagrado à vacina. Os estudos científicos e os especialistas mais renomados do mundo indicam e referendam a vacina. Os Estados Unidos, por exemplo, já têm mais de 9 milhões de vacinas aplicadas em crianças de 5 a 11 anos, com o mesmo imunizante usado no Brasil e quase zero reações adversa.”

comenta o secretário Felippe Machado.

Local de aplicação

A vacinação desse grupo acontece no Centro de Imunização da Zona Norte (CCI), localizado na Rua Luís Brugin, número 570. A estrutura montada conta com balões coloridos, super-heróis, projeção de desenhos, materiais lúdicos e a presença do personagem infantil Zé Gotinha. O objetivo é fazer o espaço e a imunização de forma humanizada e atrativa para as crianças.

Com o envio de mais 2 mil doses infantis na tarde desta quarta (19), por parte da Secretaria Municipal de Saúde, a expectativa é que todas as crianças estejam imunizadas até o retorno presencial das aulas.

Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!