Saúde

Covid: Curitiba, Maringá e Foz começam a vacinar crianças na segunda (17)

Cascavel segue sem data definida, e Londrina adiantou a vacinação para este sábado (15)

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com supervisão de Caroline Berticelli
Covid: Curitiba, Maringá e Foz começam a vacinar crianças na segunda (17)
Covid: Curitiba, Maringá e Foz começam a vacinar crianças na segunda (17) (Foto: Reprodução/Prefeitura de Foz do Iguaçu)

14 de janeiro de 2022 - 19:20 - Atualizado em 14 de janeiro de 2022 - 20:21

Os municípios de Curitiba, Maringá e Foz do Iguaçu confirmaram o da vacinação contra a Covid-19 de crianças de 5 a 11 anos para a próxima segunda-feira (17). Em Londrina, a imunização começa neste sábado (15) e em Cascavel, não há data definida.

Curitiba

Em Curitiba, primeiramente, serão atendidos os grupos prioritários, ou seja, crianças acamadas, institucionalizadas, indígenas e quilombolas. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, equipes vão até os locais onde os pequenos se encontram para a aplicação. 

Na terça-feira (18), a imunização infantil na capital segue com crianças de 9 a 11 anos com deficiência permanente e com comorbidades, que receberão o imunizante em dez Unidades de Saúde exclusivas para a vacinação do público infantil, conforme o estoque de doses.

“É com muita felicidade que recebemos a notícia da chegada ao Paraná das vacinas que vão proteger nossos curitibinhas. É mais uma vitória da Ciência o sucesso e eficiência do imunizante contra a covid-19 também para as crianças. Curitiba está pronta para vacinar nossos pequenos, para tranquilidade das famílias da cidade”,

disse o prefeito Rafael Greca.

Após a vacinação do primeiro grupo, Curitiba terá dez Unidades de Saúde exclusivas para vacinar a população de 5 a 11 anos contra a Covid-19, separando o fluxo da vacinação anticovid dos adultos. (Confira abaixo a lista das unidades)

Lembrando que, para a imunização, é necessário que a criança esteja cadastrada no Aplicativo Saúde Já, incluindo-a como dependente. O cadastro é necessário para que a vacina seja registrada no sistema eletrônico da Secretaria Municipal da Saúde e na carteira vacinal da criança. No dia da vacinação é necessário que um familiar ou responsável acompanhe a criança para a assinatura do termo de consentimento. Deverão ser apresentados documento de identificação com foto, comprovante de residência em nome do responsável pela criança.

Unidades de Saúde Exclusivas para vacinação infantil

Das 8h às 17h, a partir de 18/1

  • Distrito Sanitário Bairro Novo 
    Unidade de Saúde Nossa Senhora Aparecida (Rua Carlos Amoretty Osório, 169, Sítio Cercado)
  • Distrito Sanitário Boa Vista 
    Unidade de Saúde Santa Efigênia (Rua Voltaire, 139, Barreirinha)
  • Distrito Sanitário Boqueirão
    Unidade de Saúde Tapajós (Rua André Ferreira de Camargo, 188,  Xaxim)
  • Distrito Sanitário Cajuru
    Unidade de Saúde Iracema (Rua Professor Nivaldo Braga, 1571, Capão da Imbuia)
  • Distrito Sanitário CIC 
    Unidade de Saúde Atenas (Rua Emilia Erichsen, 45,Cidade Industrial)
  • Distrito Sanitário Matriz 
    Unidade de Saúde Mãe Curitibana (Rua Jaime Reis, 331,Alto do São Francisco)
  • Distrito Sanitário Pinheirinho 
    Unidade de Saúde Fanny/Lindóia (Rua Conde dos Arcos, 295, Lindóia)
  • Distrito Sanitário Portão
    Unidade de Saúde Santos Andrade (Rua Nelson Ferreira da Luz,145, Campo Comprido)
  • Distrito Sanitário Santa Felicidade 
    Unidade de Saúde Bom Pastor (Rua José Casagrande, 220, Vista Alegre)
  • Distrito Sanitário Tatuquara 
    Unidade de Saúde Santa Rita (Rua Adriana Ceres Zago Bueno, 1350, Tatuquara)

Maringá

A Prefeitura de Maringá, no noroeste, informou que na segunda-feira (17) irá vacinar crianças entre 5 e 11 anos com comorbidade e deficiência permanente nos Centros de Educação Infantil Ângela Rossi Rizzo e Maria Luiza Sandri Meneguetti, e nas Escolas Municipais Renato Bernardi e Helenton Borba Cortes. O atendimento em todos os locais será das das 9h às 16h.

Segundo a prefeitura, haverá apresentações culturais e atividades de esporte e lazer. 

Para que seja possível a aplicação, é obrigatório levar:

  • Carteira de vacinação;
  • Documento com foto e CPF da criança;
  • Declaração padrão de comorbidade ou deficiência permanente;
  • Termo de autorização de menores de idade já assinado pelos pais/responsáveis  (modelos disponíveis para impressão neste link);
  • Comprovante de residência no nome dos pais/responsáveis;- Presença do pai ou responsável na hora da aplicação da vacina;

Crianças com suspeita de gripe/Covid-19 devem aguardar o desaparecimento dos sintomas para receber a vacina.

Cascavel

A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel, no oeste do estado, confirmou que irá realizar a vacinação da população em geral, somente até as 14h. Isso porque, na sequência, será realizado um treinamento com todos os enfermeiros que atuam na atenção primária, e que serão responsáveis pela vacinação das crianças contra a Covid-19.

No município, a vacinação das crianças ainda não tem data definida para acontecer. De acordo com a secretaria, para isso é necessário que aconteça “reuniões com as equipes de saúde”.

Foz do Iguaçu

Em Foz, a vacinação infantil também terá início na segunda porque no sábado (15), trabalhadores da saúde serão capacitados para atender o público de 5 a 11 anos. A expectativa é atender 26.218 crianças.

De acordo com a Prefeitura, a aplicação se inicia por crianças com comorbidades e deficiência permanente, seguidas de indígenas e quilombolas, as que vivem em lares com pessoas com alto risco para evolução grave de Covid-19 e, então, em ordem decrescente de idade: iniciando pelos 11 anos até chegar aos 5 anos.

“Estamos no aguardo da chegada das vacinas para começar mais esta etapa da campanha contra a Covid. Lembramos que para quem ainda não recebeu a primeira, segunda dose ou dose de reforço, que busque as unidades de saúde para completar a imunização o quanto antes”,

reiterou a secretária de Foz.
Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.