Saúde

Covid-19: Em dois dias, mais de 1.600 pessoas procuraram atendimento médico em Londrina

De um dia para o outro, a cidade registrou aumento de 524 casos ativos

Bruna
Bruna Melo / Repórter
Covid-19: Em dois dias, mais de 1.600 pessoas procuraram atendimento médico em Londrina
Upa Sabará, na noite desta terça-feira (11). (Foto: Bruno Costa/RICtv)

12 de janeiro de 2022 - 11:39 - Atualizado em 12 de janeiro de 2022 - 11:42

Entre segunda-feira (10) e terça (11), Londrina, norte do Paraná, registrou aumento de 524 casos ativos da Covid-19. O crescimento constante de positivados reflete no atendimento das unidades próprias para casos do novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 1.685 pessoas procuraram consultas médicas nesses dois dias. unidades próprias para casos de coronavírus.

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Sabará contabilizou 1.183 atendimentos. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Guanabara computou 269 pacientes e a UBS Vila Casoni, 233. Na UBS Vila Casoni, por exemplo, pacientes com sintomas respiratórios dobraram o quarteirão para aguardar por atendimento, na quinta-feira (6).

“Nós observamos, da última semana para cá, um aumento em síndromes gripais, que são aqueles vírus respiratórios que ainda não conseguem identificar. Após a realização dos exames, nós conseguimos confirmar que houve um aumento considerável do número de casos positivos de Covid, na última semana, e também identificamos, através do painel respiratório, a circulação do novo vírus da H3N2 que, muito provavelmente, é ainda a maior demanda de atendimento aqui nas nossas unidades, até mesmo pela sua sintomatologia”,

Felippe Machado, secretário municipal de Saúde, disse na quinta-feira (6).

No primeiro boletim do ano, do dia 3 de janeiro, a cidade tinha 196 casos ativos. Os últimos dados divulgados já somam 1.712 positivados para a Covid-19. Ou seja, 1.516 pessoas com o novo coronavírus. Atualmente, 11 pessoas estão internadas, seis delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e cinco em enfermaria.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta-feira (12) em Curitiba, o secretário do Estado da Saúde, Beto Preto, confirmou o primeiro caso da variante Ômicron da Covid-19 foi detectado no Estado, em um morador de Curitiba, na capital, de 24 anos.


Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!