Saúde

Brasil tem 2 primeiros casos confirmados da variante Ômicron

De acordo com a Agência, agora os pacientes serão submetidos a exames confirmatórios

Reuters
Reuters
Brasil tem 2 primeiros casos confirmados da variante Ômicron
Dois brasileiros testaram, preliminarmente, positivo para Ômicron, diz Anvisa (Foto: Reprodução/Pixabay)

30 de novembro de 2021 - 19:30 - Atualizado em 30 de novembro de 2021 - 19:30

RIO DE JANEIRO (Reuters) -A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira que um brasileiro que voltou ao Brasil na semana passada da África do Sul e a esposa apresentaram resultado positivo para a variante Ômicron do coronavírus, confirmando os dois primeiros casos no país da nova linhagem.

O casal de missionários está em isolamento domiciliar e não apresenta sintomas da doença, de acordo com autoridades sanitárias de São Paulo, onde os casos foram identificados.

“Diante do diagnóstico positivo, o casal foi orientado a permanecer em isolamento domiciliar. Ambos estão sob monitoramento das Vigilâncias estadual e municipal de São Paulo, juntamente com seus respectivos familiares”, disse a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo em nota.

O secretário de Saúde paulista, Jean Gorinchteyn, disse em entrevista à CNN Brasil que não foram localizados registros de vacinação deles contra a Covid-19.

De acordo com a Anvisa, o casal realizou teste de PCR no aeroporto de Garulhos no dia 25 com o objetivo de viajar de volta para a África do Sul, quando foi diagnosticado com Covid.

“A agência ressalta que a entrada do passageiro no Brasil ocorreu no dia 23 de novembro, ou seja, antes da notificação mundial sobre a identificação da nova variante, que foi relatada pela primeira vez à Organização Mundial de Saúde (OMS) pela África do Sul no dia 24 de novembro”, disse a Anvisa, lembrando, ainda, que o ingresso também foi anterior à edição de uma portaria que proibiu voos com destino ao Brasil que tenham origem ou passagem pela África do Sul e outros países do sul do continente africano.

“A Anvisa também oficiou o Ministério da Saúde e as Secretarias de Saúde estadual e municipal de São Paulo sobre o evento em saúde identificado na data de hoje para adoção das medidas de saúde pública pertinentes”, acrescentou a Anvisa.

A descoberta da Ômicron tem causado alarme global, levando diversos países a limitarem viagens do sul da África por medo de que ela se dissemine rapidamente mesmo em populações vacinadas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que ela representa um risco global “muito alto” de surtos de infecções.

Um outro brasileiro com passagem pela África do Sul, que desembarcou em Guarulhos no dia 27, também testou positivo para Covid-19 e aguarda o resultado do sequenciamento de sua amostra para saber se contraiu a variante Ômicron. O paciente foi colocado em isolamento e cumpre quarentena residencial.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de JaneiroEdição de Maria Pia Palermo)