Política

TSE cassa mandato de Fernando Francischini (PSL) e o torna inelegível

Francischini indicou que houve fraude nas urnas eletrônicas nas eleições de 2018

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
TSE cassa mandato de Fernando Francischini (PSL) e o torna inelegível
(Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

28 de outubro de 2021 - 12:21 - Atualizado em 28 de outubro de 2021 - 12:25

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retomaram nesta quinta-feira (28) a análise do recurso do Ministério Público Eleitoral (MPE) e decidiram cassar o diploma do deputado estadual Fernando Francischini (PSL). Ele fica inelegível com a decisão.

O parlamentar teria feito uso indevido dos meios de comunicação nas eleições de 2018, quando foi eleito deputado estadual. Ele publicou um vídeo nas redes sociais e apontou uma suposta fraude nas urnas eletrônicas que teria prejudicado a eleição do então candidato Jair Bolsonaro.

Em nota, Francischini afirmou que lamenta a decisão e que ela “afeta mandatos conquistados legitimamente”. Ele também afirmou que irá recorrer no Supremo Tribunal Federal (STF), “preservando a vontade de meio milhão de eleitores paranaenses”.

Mais informações em breve.