Política

Requião defende para presidente da Petrobrás nome de ex-diretor petista investigado pelo MPF

Guilherme Estrella, petista conhecido por ligações com José Dirceu, chegou a ter os bens bloqueados pelo STF

Requião defende para presidente da Petrobrás nome de ex-diretor petista investigado pelo MPF

18 de maio de 2022 - 11:44 - Atualizado em 18 de maio de 2022 - 12:18

O pré-candidato ao governo do Paraná, Roberto Requião (PT), defendeu nesta terça-feira, 17, o nome do ex-diretor de exploração da Petrobras, Guilherme Estrella, para a presidência da companhia num eventual governo de Lula da Silva. Estrella é petista há mais de 30 anos e é conhecido por ligações com o ex-ministro José Dirceu (PT). Foi investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) devido irregularidades na obra de uma unidade de fertilizantes em Três Lagoas (MS) e chegou a ter os bens bloqueados pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Estrella foi denunciado pelo MPF junto com outros dois ex-presidentes da Petrobrás, Graça Foster e José Sérgio Gabrielli. Mesmo assim, para Requião, o nome dele é o mais cotado: “Nós devíamos, por exemplo, lançar o Estrella, ou um assemelhado ao Estrella, a presidente da Petrobrás. [Ele] estaria dando simbolicamente ao Brasil um colorido progressista de independência nacional que nós precisamos.”, declarou.

A declaração foi num evento promovido pela bancada de Oposição da Assembleia Legislativa do Paraná que reuniu lideranças sindicais e autoridades que discutiram ações para mobilizar a população contra a privatização da empresa.

Veja abaixo o trecho do evento com a defesa enfática de Requião.

Imagens: TV Assembleia PR