Política

Prefeito de Guaratuba decreta calamidade pública por colapso no sistema do Ferry Boat

De acordo com o prefeito, caberia ao governo do estado fazer uma nova licitação e contratar uma empresa com “competência e condições de prestar um bom serviço”

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da Voz do Litoral
Prefeito de Guaratuba decreta calamidade pública por colapso no sistema do Ferry Boat
(Foto: Divulgação / BR Travessias)

11 de janeiro de 2022 - 15:14 - Atualizado em 12 de janeiro de 2022 - 14:02

O prefeito de Guaratuba, no litoral do Paraná, Roberto Justus (União Brasil), declarou, nesta terça-feira (11), estado de calamidade pública na cidade por conta do colapso no sistema de transporte aquaviário para a travessia da Baía de Guaratuba, o Ferry Boat. Segundo ele, o serviço prestado pela atual concessionária vem passando por “situações extremamente graves”. (Assista abaixo)

“São inúmeros os relatos e vídeos, todos provando as imensas dificuldades que os usuários estão enfrentando, seja na demora das filas, seja na forma como as embarcações estão sendo manobradas. É embarcação parando de ré e manutenção de embarcação acontecendo no meio de período do trabalho, abastecimento das balsas também no meio da execução do serviço, um amadorismo que nos assusta e nos preocupa”.

disse o prefeito.

De acordo com o prefeito, caberia ao governo do estado fazer uma nova licitação e contratar uma empresa com “competência e condições de prestar um bom serviço”. Por conta da temporada e do grande número de turistas, que usam o serviço de transporte, o prefeito também sugere a contratação emergencial de uma nova concessionária.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) disse, em nota, que instaurou um Processo Administrativo de Apuração de Responsabilidade (PAAR) contra a empresa que opera o Ferry Boat por falhas na execução do trabalho. “Tal medida pode levar à rescisão unilateral do contrato”, diz trecho da nota.

O outro lado

Também em nota, a empresa BR Travessias, responsável pelo Ferry Boat, declarou que desde que assumiu a concessão investiu cerca de R$ 8 milhões em equipamentos e estruturas para” sanar deficiências e atender às determinações contratuais”. Veja na íntegra:

“Sobre o decreto de calamidade baixado pela Prefeitura de Guaratuba e publicado nesta terça-feira (11) no Diário Oficial do município, a BR Travessias Ltda informa que desde que assumiu a concessão, em 7 de abril de 2021, vem realizando todos os investimentos necessários para sanar deficiências e atender às determinações contratuais.

A concessionária também informa que desde abril, até o final de dezembro de 2021, foram investidos cerca de 8 milhões em equipamentos e estruturas.

Os três ferrys de propriedade do DER, sob responsabilidade da BR Travessias foram reformados. Tiveram praticamente toda a parte mecânica e elétrica trocadas. Os equipamentos também receberam novos motores e pintura superficial para conter a ferrugem presente em toda parte. Também foram necessárias reformas nas pontes de acesso aos flutuantes, que apresentavam riscos à segurança do usuário e nas instalações elétricas e hidráulicas do edifício em que funciona a administração da concessionária.

A empresa reafirma seu empenho e a realização de investimentos permanentes no sentido de recuperar equipamentos, estruturas e oferecer um serviço de excelência que o usuário merece, o que, reconhece, ainda não alcançou, assim como de cumprir todas as determinações contratuais, nos prazos estabelecidos.”

Veja a publicação do prefeito:

Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!