Política

Podemos disse que ficou sabendo pela imprensa da saída de Moro do partido

Presidente do Podemos, Renata Abreu, disse que Moro sequer comunicou previamente o partido de que sairia e trocaria de legenda

Giselle
Giselle Ulbrich
Podemos disse que ficou sabendo pela imprensa da saída de Moro do partido
(Foto: Divulgação / Podemos)

31 de março de 2022 - 22:17 - Atualizado em 31 de março de 2022 - 22:17

A presidente do Podemos, a deputada federal Renata Abreu (SP), divulgou uma nota oficial dizendo que soube da saída de Sérgio Moro do partido através da imprensa. O criticou porque o ex-juiz e ex-ministro da justiça sequer comunicou previamente o partido que faria isto. Além de sair do Podemos e se filiar ao União Brasil (UB), Moro também renunciou à candidatura a presidência da República.

Renata novamente criticou Moro por ter trocado a sigla por outra financeiramente mais “robusta”, com maior fatia de fundo partidário. Disse que o Podemos deu todo o seu esforço para garantir a Moro uma pré-campanha robusta, gastando com deslocamentos e segurança por todo o País.

Ainda não há confirmações, mas a expectativa é de que Moro tente uma cadeira na Câmara dos Deputados. E com a decisão repentina de Moro, o Podemos, pego de surpresa, poderá ficar sem candidato a presidência da República, visto que a janela partidária encerra nesta sexta-feira (01), não havendo tempo hábil para novas filiações com a robustez para uma candidatura ao Planalto.

Confira na íntegra a nota do Podemos:

“Foi mais de um ano de conversas até a filiação de Sergio Moro e o lançamento de sua pré-candidatura à presidência da República pelo Podemos, sempre respeitando seu momento de vida profissional e pessoal e trabalhando para oferecer ao Brasil uma esperança contra a polarização dos extremos.

O Podemos jamais mediu esforços para garantir ao presidenciável uma pré-campanha robusta, a começar por um grande evento de filiação e por toda retaguarda necessária para deslocamentos em segurança pelo País, com total garantia de recursos para sua futura campanha eleitoral.

O Podemos não tem a grandeza financeira daqueles que detém os maiores fundos partidários, como é sabido por todos. Mas tem a dimensão daqueles que sonham grande, com a convicção de que o projeto de um Brasil justo para todos vale mais do que o dinheiro.

Para a surpresa de todos, tanto a Executiva Nacional quanto os parlamentares souberam via imprensa da nova filiação de Moro, sem sequer uma comunicação interna do ex-presidenciável.

Seguiremos focados para apresentar aos brasileiros e brasileiras uma alternativa que olhe nos olhos sem titubear. E que, com firmeza de propósitos, nunca desista de sonhar. Porque, sim, juntos podemos mudar o Brasil!”