Política

Moro pode escolher cargo para concorrer, diz o presidente nacional do União Brasil

Segundo Luciano Bivar, o diretório nacional garantirá candidatura do ex-juiz

Moro pode escolher cargo para concorrer, diz o presidente nacional do União Brasil
Ex-juiz Sergio Moro

16 de junho de 2022 - 14:47 - Atualizado em 21 de junho de 2022 - 13:54

O ex-juiz Sergio Moro terá liberdade para escolher o cargo que vai disputar nas eleições de outubro de 2022. A garantia é do presidente nacional do União Brasil, o presidenciável Luciano Bivar, em entrevista a IstoÉ. De acordo com ele, Moro não terá qualquer problema em se candidatar pelo Paraná, mesmo diante do fato de alguns dirigentes da cúpula partidária local parecerem mais próximos do presidente Jair Bolsonaro (PL).

“No Paraná, ele [Moro] escolherá a qual cargo quer se candidatar: governador, senador, deputado”, ressaltou Luciano Bivar. “Apoiaremos qualquer que seja a decisão dele, com total liberdade”,

ressaltou o cacique.

Na entrevista, que chegou às bancas do país na véspera do feriado de Corpus Christi, Bivar lamentou a decisão da Justiça Eleitoral, que invalidou a transferência do domicílio eleitoral de Moro para São Paulo. “Foi lamentável, mas defendo as instituições do País. Se assim a corte definiu, assim será”, disse.

Sergio Moro, ainda segundo Bivar, é uma reserva em eventual governo do Brasil a partir de janeiro de 2023. Segundo o presidente nacional, o ex-juiz é o nome ideal para comandar o Ministério da Segurança Pública. A esposa do ex-juiz, Rosângela Moro, é avaliada ainda para compor como vice a chapa que será capitaneada pelo presidente nacional do partido à presidência da República.