Política

Moro declara que STF merece críticas, mas diz que prefere não atacar ministros

O ex-juiz afirmou ter admiração por Luís Roberto Barroso e Luiz Fux

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Moro declara que STF merece críticas, mas diz que prefere não atacar ministros
(Foto: Rodrigo Sigmura/ RIC Mais)

2 de dezembro de 2021 - 11:30 - Atualizado em 2 de dezembro de 2021 - 11:30

O ex-juiz Sergio Moro foi questionado nesta manhã de quinta-feira (2) sobre as decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), principalmente as que afetaram as investigações e o trabalho da Lava Jato. Em entrevista ao âncora do Jornal da Manhã PR, Marc Sousa, Moro declarou que a Corte merece críticas, porém, destacou que a instituição já foi muito atacada.

“O Supremo Tribunal Federal merece críticas, entretanto, ele foi muito atacado como instituição por algumas pessoas que queriam alguma coisa diferente, não queriam combater a corrupção, queriam se proteger de investigações contra corrupção, queriam intimidar o tribunal. Importante trazer o STF e construir algo que seja relevante para o país, retomar o combate à corrupção”,

destacou Moro.

O ex-ministro contou ainda que prefere não entrar em discussão sobre nomes de ministros, para que o caso não fique pessoal. Por outro lado, Moro citou dois atuais ministros que ele possui admiração e ressaltou que os novos nomes para o STF devem ser com base no histórico contra corrupção.

“Eu não vou entrar em um debate pessoal com nenhum ministro. Tem vários ministros do STF que tenho admiração, o ministro Luiz Fux tem discurso vigoroso sobre combate à corrupção, o ministro Luis Barroso também, entre outros. Em 2023 vão ter vagas ao STF, e tem que ser nomeados magistrados ou profissionais que tenham compromisso histórico pelo combate à corrupção”,

finalizou.

Confira a entrevista completa: