Política

Mais que prontos: novos deputados da Alep falam sobre as expectativas com o novo cargo

Todos afirmam que foram pegos de surpresa, mas que esperam aproveitar a oportunidade para oferecer melhores condições a população paranaense

Mais que prontos: novos deputados da Alep falam sobre as expectativas com o novo cargo
Mais que prontos: novos deputados da Alep falam sobre as expectativas com o novo cargo (Foto: Reprodução)

3 de novembro de 2021 - 22:45 - Atualizado em 8 de novembro de 2021 - 14:54

Na segunda-feira (8), a Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) fará a cerimônia de posse dos quatro novos deputados da Casa: Adelino Ribeiro (Patri); Nereu Moura (MDB); Elio Rusch (DEM) e Pedro Bazana (PV). Os representantes ocuparão as cadeiras que eram dos deputados Francischini, Do Carmo, Emerson Bacil e Cassiano Caron. Todos eram do Partido Social Liberal (PSL) e tiveram seus votos cassados após Francischini ter sido condenado por divulgação de notícias falsas, sobre uma suposta fraude nas urnas eletrônicas, nas eleições de 2018.

Com a nova configuração na Assembleia, até segunda-feira (8), os lugares se mantêm vazios, só a espera dos novos deputados que, em comum, afirmam terem sido pegos de surpresa com a notícia.

“Eu nem sabia que os processos estavam sendo julgados. Achei que seriam arquivados”,

contou o deputado Elio Rusch (DEM).

Expectativas

Para o deputado Adelino Ribeiro (Patri), natural de Goioerê, assumir o cargo em tais circunstâncias não é exatamente como imaginava. Ele que foi vereador de Cascavel por dois mandatos (1997 – 2001) e ex-deputado estadual entre os anos de 2010 a 2018, acredita que este momento serve para reflexão.

“Eu não torço para que tudo dê errado para esses seres, mas é uma oportunidade da gente fazer um excelente trabalho por esses 15 meses que vão estar dispostos para ajudar os cidadãos paranaenses”,

comentou o deputado Adelino Ribeiro (Patri).

Em relação ao deputado Nereu Moura (MDB), o representante afirma que até o dia da posse “muita água pode rolar por baixo dessa ponte”, mas apesar disso, a expectativa é poder trabalhar com muita clareza, a fim de defender os interesses dos paranaenses.

“Não temos motivos nenhum para fazer diferente, pelo contrário: temos experiência, temos conhecimento e a população espera que nós tenhamos um comprometimento com uma agenda positiva, com bons resultados”.

O deputado ainda relembrou os desafios enfrentados pela pandemia, e garantiu que diante do atual cenário, é importante manter a força e lutar para que o estado ofereça melhores condições de sobrevivência para a população:

“Vamos ter que fazer das tripas, coração, para que esse tempo perdido seja recuperado”,

finalizou Nereu Moura (MDB).

Já para o representante Elio Rusch (DEM), que atua na Assembleia Legislativa desde 1991, o momento agora é ideal para utilizar toda sua experiência para defender suas pautas que são dividas em três níveis: desenvolvimento econômico e social de interesse do estado; defesa da região oeste e a defesa de um estado adotado de infraestrutura.

“Sou um defensor convicto da livre iniciativa. O estado só se desenvolve a partir de uma parceria entre o setor público e o privado”,

afirmou por telefone.

Assim como para os demais, o deputado Pedro Bazana (PV) avalia o atual cenário como uma oportunidade para fazer e entregar o melhor para a população paranaense. Envolvido em causas ligadas a saúde, o mais novo deputado garante que sua bandeira será a das pessoas com deficiência e dos idosos.

“É claro que a Assembleia abrange muitos outros aspectos que vamos direcionar, mas temos muita preocupação com a saúde”,

disse o deputado.