Política

Grupo promove ação nas escolas de Curitiba para incentivar jovens eleitores

Nos dois dias de ação foram viabilizados cerca de 100 títulos de eleitor

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações do grupo Paraná Pós-Pandemia
Grupo promove ação nas escolas de Curitiba para incentivar jovens eleitores
(Foto: grupo Paraná Pós Pandemia )

29 de abril de 2022 - 16:32 - Atualizado em 29 de abril de 2022 - 16:36

Confira tudo sobre as Eleições 2022

O grupo Paraná Pós-Pandemia esteve em duas escolas estaduais de Curitiba na quinta-feira (28) e nesta sexta-feira (29), para conscientizar sobre a importância de ser um cidadão ativo politicamente e facilitar o acesso de jovens de baixa renda às ferramentas digitais para emissão do primeiro título de eleitor. Nos dois dias de ação foram viabilizados cerca de 100 novos documentos.

A menos de uma semana do dia 4 de maio, quando termina o prazo para emissão e regularização do título de eleitor, cerca de 1,1 milhão de jovens entre 16 e 17 anos se cadastraram para votar. Esse número representa apenas 20% do eleitorado nesta faixa etária no Brasil.

Paraná

No Paraná, a mobilização política de jovens com menos de 18 anos despencou nos últimos quatro anos. Em janeiro de 2018, o estado contava com 82.028 eleitores paranaenses menores de 18 anos registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Já em janeiro de 2022, esse número caiu para 35.548, uma queda de 56,66%. Os números sugerem um afastamento desta geração dos direitos e deveres políticos.

Embora as novas ferramentas digitais do TSE tenham facilitado os caminhos para emitir o título de eleitor, as barreiras sociais ainda têm grande impacto na não adesão deste público, como ressalta o especialista em políticas públicas e um dos idealizadores desta ação, Marcus Ganter.

“Muitos destes jovens não têm acesso a smartphones e redes de internet para realizar o preenchimento do cadastro e envio de documentos. Gostaríamos de ajudá-los a transpor essa barreira oferecendo a infraestrutura necessária para garantir esse direito de escolherem seus representantes”,

afirma.

Ele também expõe que promover esta pauta nos centros de ensino já é uma forma de despertar o espírito democrático nessa faixa etária. “Levar estas discussões para dentro do ambiente escolar também é uma forma de mostrar aos jovens que eles são fundamentais para promover uma sociedade mais justa e democrática”.

Para o estudante Lucas Massinhã, de 17 anos, ter orientação e estrutura na escola foi fundamental para ele conseguir tirar seu título de eleitor.

“Facilitou muito para nós. Estava correndo com o alistamento no Exército e se não tivesse essa estrutura aqui provavelmente não ia conseguir fazer o documento”.

relatou.

Também a jovem Ana Paula Tuchinski, de 16 anos, comentou que o incentivo na escola foi fundamental para fazer o processo. “Foi uma experiência incrível, porque eu mesma, se fosse em casa, iria esperar até os 18 anos para tirar o título. Esse incentivo e orientação no colégio foram essenciais.” E ainda deixou um recado para quem ainda não está apto a participar desse processo democrático: “A gente pode decidir o nosso futuro e do nosso país, a escolha está em nossas mãos”, disse.

Paraná Pós-Pandemia

O Paraná Pós-Pandemia é uma organização voluntária e apartidária com o objetivo de contribuir para a retomada do crescimento pós-pandemia do Paraná por meio do desenvolvimento sustentável e da geração de oportunidades.

WhatsApp

Receba no seu celular tudo o que é mais importante
nas Eleições 2022.

Entre no grupoAo entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.