Política

Filho de falecido ditador Marcos assume liderança em eleição das Filipinas

A eleição acontece no dia 9 de maio

Reuters
Reuters
Filho de falecido ditador Marcos assume liderança em eleição das Filipinas
Ferdinand Marcos Jr., filho do falecido ditador filipino Ferdinand Marcos

22 de dezembro de 2021 - 10:51 - Atualizado em 22 de dezembro de 2021 - 10:56

MANILA (Reuters) – O filho do falecido ditador Ferdinand Marcos se tornou o franco favorito para a eleição presidencial do ano que vem nas Filipinas, assumindo uma dianteira de mais de 20 pontos sobre sua rival mais próxima em uma pesquisa publicada nesta quarta-feira (22).

Ferdinand Marcos Jr. liderou a Pesquisa Pulse Asia com 2.400 entrevistados com 53% das intenções de voto e sua colega de chapa Sara Duterte-Carpio, filha do presidente Rodrigo Duterte, dominou uma enquete separada sobre a escolha de vice-presidente com 45%.

Os entrevistados pelo levantamento, feito de 1º a 6 de dezembro, foram solicitados a identificar sua primeira opção para presidente e vice-presidente se a votação fosse realizada no período da pesquisa – nas Filipinas eles são eleitos separadamente.

A eleição que decidirá a sucessão de Duterte, que a Constituição impede de tentar se reeleger, acontece no dia 9 de maio.

A família Marcos está entre as dinastias mais famosas do país. Mesmo tendo caído em desgraça, ela preservou conexões políticas poderosas e um apoio constante em seu bastião na província de Ilocos Norte.

Segundo analistas, favorece a vantagem de Marcos sua presença forte nas redes sociais voltadas aos jovens, que compõem metade dos eleitores registrados que não haviam nascido quando Marcos pai estava no poder.

Leni Robredo, atual vice-presidente e concorrente mais próxima de Marcos, aparece com meros 20%, enquanto o prefeito de Manila, Francisco Domagoso, e o ex-campeão de boxe Manny Pacquiao têm 8% das intenções de voto cada.

Por Neil Jerome Morales