Política

Deputados aprovam que nova ponte entre Brasil e Paraguai se chame Jaime Lerner

Roman (Patriota-PR), autor da PL, justificou o projeto pelo político ter entre seus principais lemas integrar os povos pelas suas obras, sendo assim, nada mais justo que nomear uma ponte que vai unir duas nações com seu nome

Marc
Marc Sousa / Colunista
Deputados aprovam que nova ponte entre Brasil e Paraguai se chame Jaime Lerner
Deputados aprovam que nova ponte entre Brasil e Paraguai se chame Jaime Lerner (Divulgação/DER-PR)

19 de agosto de 2021 - 14:29 - Atualizado em 19 de agosto de 2021 - 14:29

O Projeto de Lei do deputado Roman (Patriota-PR), que visa homenagear o arquiteto e urbanista Jaime Lerner dando seu nome à nova ponte de integração entre Foz do Iguaçu, na região oeste do Paraná, e Presidente Franco, no Paraguai, foi aprovado em plenário pela Câmara dos Deputados. Diante da votação, enquanto a obra segue o calendário, o projeto, agora, passa para o Senado.

Homenagem

Jaime Lerner, que morreu em maio deste ano, foi prefeito de Curitiba por três vezes e governador do Paraná por dois madatos. De acordo com o autor da proposta, já que a figura pública tinha entre seus principais lemas integrar os povos pelas suas obras e a ponte vem para unir duas nações, nada mais justo que nomeá-la com seu nome.

“Os gênios começam a viver no coração das pessoas depois de sua partida. Jaime Lerner aceitava os diferentes. Figura bondosa e divertida que conquistava as pessoas. Sua obra e seu pensamento são marcas vivas que continuarão por muito tempo”,

disse Roman.

O líder do PDT, deputado Wolney Queiroz (PDT-PE), apoiou o projeto, lembrando que Jaime Lerner foi filiado a seu partido.

“É um dos maiores expoentes do Brasil em urbanismo, fez profundas transformações nas cidades em que atuou. Seu legado ultrapassa as fronteiras do estado e tem influência internacional”, disse. A aprovação da proposta foi recomendada pelo relator, deputado Fred Costa (Patriota-MG).

Memória deixada em suas obras

Entre as obras deixadas por Lerner, destacam-se a modernização do transporte público de Curitiba, o fechamento da Rua XV de Novembro e a criação de diversos parques urbanos na capital paranaense.