Política

‘Colaboraboração e cooperação sim, intervenção jamais’, diz Fachin em visita ao PR

Fachin esteve em visita oficial ao TRE-PR; instituições firmaram acordos cooperação para fiscalização das campanhas e também compromissos de combate à desinformação

‘Colaboraboração e cooperação sim, intervenção jamais’, diz Fachin em visita ao PR
(Foto: Divulgação/ TRE-PR)

29 de abril de 2022 - 20:56 - Atualizado em 29 de abril de 2022 - 20:56

Confira tudo sobre as Eleições 2022

Durante visita institucional ao Paraná, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, conheceu a estrutura do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR). O ministro falou sobre a confiança das urnas eletrônicas e a transparência do processo eleitoral.

“O processo eletrônico de votação ostenta dezenas de camadas de segurança e resulta testado por altos especialistas externos à Justiça Eleitoral, de forma recorrente e exaustiva. E por isso enfatizamos hoje que as eleições nacionais são organizadas em conexão com um sistema robusto, sério e eficaz de fiscalização, transparência e auditoria”,

disse Fachin.

Nessa visita, o TRE-PR e o TSE firmaram um termo de cooperação para fiscalização das campanhas, principalmente quanto ao uso do dinheiro público por parte dos partidos. Nessa aproximação, foram firmados também compromissos de combate à desinformação. O Ministério Público do Paraná e a Assembleia Legislativa do Paraná e também assinaram o documento. A ideia é que os eleitores utilizem as plataformas dos próprios tribunais para checar informações.

“Quem esteja interessado na democracia, não difunde a desinformação, não incita a violência, não incita a desobediência quanto ao resultado do escrutínio popular. Para isso, é importante que todas as instituições congreguem-se em comunhão de interesse na defesa da democracia”,

completou o ministro.

O presidente do TSE ainda falou sobre parcerias no combate à desinformação e alfinetou o presidente Jair Bolsonaro, que insiste que o TSE acate sugestões das Forças Armadas para a transparência nas eleições.

“Não precisa sala alguma para totalizar (voto). Agora, a sala é bastante clara porque ela está na internet, à disposição de todos. Então colaboração, cooperação e portanto parcerias pró-ativas para aprimoramento, a Justiça Eleitoral está inteiramente à disposição. Intervenção, jamais“,

completou Fachin.
WhatsApp

Receba no seu celular tudo o que é mais importante
nas Eleições 2022.

Entre no grupoAo entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.