Política

Cesar Silvestri Filho anuncia filiação ao PSDB e é parabenizado por Doria

Após o anúncio de filiação, Doria afirmou que o partido está orgulhoso de receber Silvestri, que era presidente do Podemos-PR, e que “a casa tucana o recebe de braços abertos”

Cesar Silvestri Filho anuncia filiação ao PSDB e é parabenizado por Doria
(Foto: Divulgação/ PSDB)

19 de janeiro de 2022 - 11:24 - Atualizado em 19 de janeiro de 2022 - 15:56

O ex-prefeito de Guarapuava, no centro-sul paranaense, Cesar Silvestri Filho, anunciou sua filiação ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e foi parabenizado pelo atual governador de São Paulo, João Doria. Silvestri vai se filiar ao PSDB do Paraná para construção de uma candidatura ao Governo do Estado.

Estiveram presentes na reunião de anúncio em São Paulo, na terça-feira (18), além de Doria, o ex-governador Beto Richa, o presidente Nacional do PSDB, Bruno Araújo, o deputado federal Rossoni e o deputado estadual Michele Caputo.

Depois da reunião, já nesta quarta-feira (19), Doria conversou com a coluna e afirmou que o partido está orgulhoso de receber Silvestri, que era presidente do Podemos-PR, e que “a casa tucana o recebe de braços abertos”.

“Cesar Silvestri é um dos grandes valores não só da política do Paraná, mas da política do Brasil. Jovem, competente, dedicado, liberal, com uma visão correta da sociedade, uma visão correta também do combate a pobreza e às diferenças sociais. Um grande nome do Paraná, um grande nome do Brasil. O PSDB está muito orgulhoso de ter agora em suas fileiras este grande político, esse grande jovem político do Estado do Paraná. Quero não só cumprimentar o Cesar, mas dizer a ele que essa casa tucana o recebe de braços abertos e coração palpitante”,

relatou Doria.

A filiação de Silvestri atrapalha o projeto nacional do Podemos de lançar Sérgio Moro à presidência da república, já que o ex-juiz da Lava Jato perdeu o apoio do presidente da legenda do próprio estado.

Hoje, Moro não tem consolidado um palanque estadual no Paraná. Enquanto o agora ex-presidente do Podemos apoiará João Dória (PSDB), o atual governador Ratinho Junior (PSD), que deve disputar a reeleição, ainda não decidiu quem apoiará à presidência. Ratinho tem no governo estadual nomes ligados a Jair Bolsonaro (PL) e ao Podemos, e mostra desejo de conciliar ambos os apoios em torno de si, mas isso tem sido rejeitado pelos setores bolsonaristas. Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deve contar com apoio do ex-senador Roberto Requião (sem partido).