Política

Carol Dartora, vereadora negra eleita em Curitiba, recebe ameaça de morte: “nada vai me impedir de te matar”

Carol publicou o e-mail com a ameaça em suas redes sociais e informou que já está tomando as medidas cabíveis

Guilherme
Guilherme Becker / Editor
Carol Dartora, vereadora negra eleita em Curitiba, recebe ameaça de morte: “nada vai me impedir de te matar”
(FOTO: REPRODUÇÃO/ REDES SOCIAIS)

6 de dezembro de 2020 - 19:12 - Atualizado em 6 de dezembro de 2020 - 19:12

A primeira vereadora negra eleita em Curitiba, Carol Dartora (PT), revelou neste domingo (6) que recebeu um e-mail com ameaça de morte. A vereadora que tomará posse no dia 1º de janeiro, expôs o conteúdo nas redes sociais e na sequência publicou um vídeo contando que já está tomando as providências cabíveis com a polícia e que “não irão me silenciar”.

Carol foi eleita em Curitiba com 8.874 votos nas eleições municipais de 2020. Entretanto, antes mesmo de tomar posse já vem enfrentando obstáculos e ameaças com cunho racista. A jovem é a primeira mulher negra eleita para ocupar uma cadeira na Câmara Municipal da capital paranaense. 

“Minha posse será no dia 1⁰ de janeiro. Porém, desde o 15, venho sofrendo com a indignação e intolerância, daqueles que nunca aceitaram que nós negros/as também somos gente, sujeitos/as de direitos e estamos aqui, vivos/as, resistindo e disputando espaços que também são nossos”, escreveu Carol.

A mensagem da futura vereadora vem junto com uma reprodução do e-mail que recebeu com ameaças. O indivíduo, que se identifica como Ricardo Wagner Arouxa, diz que irá tirar a vida da jovem e na sequência se matar. No correio eletrônico, o homem cita o verdadeiro endereço de Carol. Confira a publicação:

O mesmo codinome utilizado no e-mail para ameaçar Carol Dartora foi usado em uma mensagem para Duda Salabert (PDT), primeira mulher trans eleita em Belo Horizonte. Em Joinville, uma vereadora também foi ameaçada.

“Querem nos silenciar antes mesmo de tomarmos posse. Querem diminuir nossa grito por liberdade e justiça. Porém sigo ainda mais resoluta a lutar por um mundo onde todos e todas tenham direito e acesso a igualdade e dignidade”, publicou Carol.

Confira o vídeo da vereadora: