Política

Câmara dos deputados decide adotar trabalho remoto até o Carnaval

Medida foi tomada devido ao avanço da variante Ômicron no Brasil

Reuters
Reuters
Câmara dos deputados decide adotar trabalho remoto até o Carnaval
Prédio do Congresso Nacional em Brasília

17 de janeiro de 2022 - 17:32 - Atualizado em 17 de janeiro de 2022 - 19:33

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou nesta segunda-feira (17) que a Casa vai adotar o trabalho remoto até o Carnaval deste ano, que ocorrerá entre o final de fevereiro e início de março, em razão do avanço da variante Ômicron do coronavírus.

“Trabalho remoto até o Carnaval. Medida necessária até vencermos esta nova onda. Também vai nos ajudar na melhor aplicação dos recursos públicos”,

disse Lira.

“Tarifas aéreas estão altíssimas e a flexibilidade nas remarcações só acontece quando é do interesse das companhias”, acrescentou.

A Câmara voltará do recesso parlamentar no início de fevereiro. No final de outubro, a Casa havia decidido retornar aos trabalhos presenciais, que tinham sido suspensos desde março de 2020 em razão da pandemia.

Por ora, o Senado não tomou nenhuma decisão sobre essa questão.