Política

Bolsonaro diz que tomará “medidas racionais” contra nova variante da Covid

A nova variante do coronavírus, batizada de omicron, foi declarada nesta sexta uma variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS)

Reuters
Reuters
Bolsonaro diz que tomará “medidas racionais” contra nova variante da Covid
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia em Brasília

26 de novembro de 2021 - 16:22 - Atualizado em 26 de novembro de 2021 - 17:04

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (26) que tomará “medidas racionais” em reação ao surgimento de uma nova variante do coronavírus, detectada inicialmente na África do Sul, e mais uma vez manifestou-se contra medidas mais duras de restrição para conter a disseminação da Covid-19.

“Tudo pode acontecer. Uma nova variante é um novo vírus. O que fazer? Tem que se preparar! O Brasil não aguenta um novo lockdown”, disse o presidente a jornalistas após evento na Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército, no Rio de Janeiro.

“Não adianta se apavorar, (é) encarar a realidade”, acrescentou.

A nova variante do coronavírus, batizada de omicron, foi declarada nesta sexta uma variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Mais cedo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou ao governo que restrinja os voos e viajantes de países do sul do continente africano, entre eles a África do Sul.

“Vou tomar medidas racionais“, disse Bolsonaro aos jornalistas, dizendo que conversou sobre o assunto com o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, e com o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Por Rodrigo Viga Gaier