Para crianças de todas as idades

Edição online do Festival Internacional de Teatro Infantil do Paraná acontece em maio

Programação inédita reúne espetáculos gratuitos voltados a todas as idades com transmissão pelo perfil oficial no Youtube

Thiago
Thiago Barros / Editor-Chefe TOMMO
Edição online do Festival Internacional de Teatro Infantil do Paraná acontece em maio
Um Golinho Só/Cia Cornucópia de Teatro/Divulgação

16 de abril de 2021 - 13:45 - Atualizado em 16 de abril de 2021 - 18:57

Festin – Festival Internacional de Teatro Infantil do Paraná, terá sua terceira edição totalmente online e gratuita devido à pandemia causada pela Covid-19. O festival acontece de 30 de abril a 13 de maio, com transmissão pelo perfil oficial do festival no Youtube.

“O formato é inédito, online e reúne todo o conteúdo artístico e de entretenimento com a qualidade já conhecida pelo público, que poderá conferir os espetáculos de todos os lugares do Brasil e também de outros países. Esperamos poder levar um pouco da magia dos palcos para todos as crianças e jovens que nos acompanham do outro lado da tela neste delicado momento de pandemia”, explicam Bruna Bayley e Cynthya Borges, produtoras do evento.

Um festival programado para crianças de todas as idades

A programação do Festin reúne espetáculos especiais, que abordam a musicalidade, conscientização ambiental, valorização das lendas folclóricas, fantoches, entre outros temas, além de contação de histórias e momentos de interação com o público, com estreia agendada para o dia 30 de abril, às 20h, com a peça “Um Golinho Só”, da Cia Cornucópia de Teatro, de Ribeirão Preto (SP). O espetáculo conta a história da Vila da Pedra Quebrada, um vilarejo onde a água do riacho, que já foi cristalina e abundante, passou a ser suja e escassa. Tudo aconteceu após a chegada dos gananciosos. Mas, com os antigos habitantes do local dizem, resta acreditar que como o dia vem após a noite, a serpente sairá da terra e a água irá brotar do chão. No elenco, Adriana Scanavez, Cinthia Vendruscolo, Fábio Evangelista, Míriam Fontana e Thomas Férez.

No dia 1º de maio, às 10h, é a vez de “Era Uma Vez : Contos, Lendas e Cantias, do Rococó Produções Artísticas e Culturais, de Porto Alegre (RS); que revisita as Lendas de Nossa Senhora Aparecida e do Negrinho do Pastoreio, abrindo espaços para trabalhar a elementos das Culturas Afrodescente e Gaúcha, além de trazer uma reflexão sobre o bullyng, trabalho infantil e aspectos que contribuem na formação da identidade, reunindo cantigas do Cancioneiro Popular Gaúcho e outras originais. No elenco, Henrique Gonçalves e Guilherme Ferrêra. Ainda no sábado (1º), às 16h,  a peça “Monstro e Cia”, da Cia Talagadá – Teatro de Formas Animadas, de Itapira (SP), conta a história de um menino hostilizado por outras crianças devido à sua aparência diferenciada. O jovem decide fugir e encontra abrigo em uma casa distante e assustadora, onde acaba encontrando moradores bem peculiares e se identificando com os novos companheiros, que o ajudam a redescobrir sua autoconfiança e a ressignificar a palavra “monstro”. No elenco, João Francisco Bozzi, Luan Martins de Freitas, Walner William Araújo Cintra e Danilo Alves Lopes.

Já no dia 2 de maio (domingo), às 10h, o “Brincante“, da Cia AristoClowntas, do Rio de Janeiro (RJ), traz o palhaço Muzzarela em uma situação irreverente. Ao chegar no teatro para assistir um espetáculo, Muzzarela senta na plateia e só depois se dá conta que ele é o artista, e que os espectadores estão ali para ajudá-lo a encenar a peça, com interatividade e ganhando cores e formas a medida que se desenvolve. No elenco, o ator Rafael Senna; Ainda no domingo (2), às 16h, é vez do espetáculo “A Fada, a Flor e a Princesa”, do Teatro da Pedra, de São João del Rei (MG), em que as contadoras de histórias transportam o público para um mundo fantástico de fadas, princesas, madrastas, príncipes, reis, rainhas e seres mágicos por meio de músicas, danças, poemas e brincadeiras. No elenco, Elis Ferreira, Fernanda Nascimento e Gheysla Nascimento.

A contação de histórias continua ao vivo no dia 4 de maio (terça), às 16h. 

Na sexta-feira (7), às 15h, acontece a primeira Feira de Teatro Infantil do Festin, ao vivo, que consiste em uma rodada de negócios com organizadores e profissionais de festivais de teatro infantil, nacionais e internacionais, que trocarão experiências sobre a realização de seus trabalhos. A responsável pela estrutura da transmissão é a Bebe de Soares, uma das diretoras do Fita Chile, a feira mais importante de teatro infantil na América Latina. Ainda na sexta (7), às 19h30, estreia o espetáculo “Tic-Tac, o Herói do Tempo”, da companhia Omar Avarez Títeres, de Buenos Aires (AR), que combina delicados bonecos criados a partir de objetos do cotidiano com projeções feitas em stop-motion, propondo uma aventura romântica repleta de emoção, humor e poesia visual. 

Tic Tac é um antigo relógio despertador que, todas as manhãs, dá corda em sua cativante coleção de relógios, em que momentos felizes estão guardados. De repente, ele se vê ameaçado ao receber um presente do ambicioso Wifi, um telefone muito moderno, que pot trás de sua aparência inocente, esconde interesses perigosos que podem complicar sua existência. 

No sábado (8), às 10h, é a vez do musical “O Cravo e a Rosa – Uma Nova Canção”, do Grupo Paiol, de Arapongas (PR). Criado por Pedro Ziroldo, a partir da famosa canção infantil sobre o relacionamento do Cravo e a Rosa, na tentativa de mudar a  e traz a cultura do pé vermelho em suas músicas originais, poesias e jeito típico dos personagens. No elenco, Heriveuto Souza, Jusciléia Amaral, Michele Nakajima, Pedro Ziroldo e Valdecir Ferreira. “Vida Seca” é o próximo espetáculo a ser apresentado no sábado, às 16h, da CIA Manipuladora de Formas Etc I Tal, de Vavegantes (SC). Inspirado livremente na obra “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, o espetáculo conta com a tradicional técnica de bonecos de luvas, trazendo personagens abalados pela seca e obrigados a migrar em busca de água, tendo que lidar com a fome e a opressão. No elenco, Didval Batista e Morgana Rodriques da Rosa.

Já no domingo (9), às 10h, um café da manhã especial e transmitido ao vivo dá início à programação, em  que o palhaço Drinco (Jefferson Jarcem) realiza uma atividade lúdica e interativa com jovens e adolescentes. Os interessados em participar dessa programação devem se inscrever antecipadamente para receber o cardápio do menu do café, que será o mesmo do apresentador. Às 16h, o misterioso espetáculo “Yaga – Uma História Para Crianças Corajosas”, da Severina Cia de Teatro, de Pindamonhangaba (SP), que gira em torno do conto russo “Vasalisa, a sabida”, adentrando em uma floresta escura, repleta de desafios e magia rumo à casa da bruxa Baba Yaga, que guarda o fogo especial que as personagens tanto precisam. No elenco, Amanda Leite Atriz, Hérica Ferreira, Laila Romeiro, maria da Conceição Oliveira e Raíssa Lorena Corrêa Araújo.

“A arte tem a capacidade de nos transportar para outro universo, de fazer com que os problemas sejam esquecidos por alguns minutos e, com os ajustes impostos pela pandemia na realização de eventos, temos a oportunidade de levar essa programação especial para todo o Brasil. São espetáculos teatrais, musicais, contação de histórias e outros conteúdos culturais de qualidade voltados para toda a família e disponíveis gratuitamente”, finaliza Herica Veryano, diretora pedagógica do Festin.

Os espetáculos ficam disponíveis no canal oficial do festival no Youtube até o dia 13 de maio.

Leia também...

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.