Esportes

Williams F1 apresenta nova pintura para a temporada 2020

Substituição nas cores do carro; o vermelho do antigo patrocinador saiu, para a entrada de um azul com detalhes preto e mais predominância do branco.

João
João Rodrigues
Williams F1 apresenta nova pintura para a temporada 2020
(Foto: Williams F1)

26 de junho de 2020 - 12:58 - Atualizado em 26 de junho de 2020 - 13:17

Nesta sexta-feira (26), a equipe britânica divulgou nas redes sociais a nova pintura do carro que será guiado por George Russell e Nicholas Latifi a partir da próxima semana, no GP da Áustria. A Williams foi obrigada a mudar a pintura do carro por conta do término de contrato com a empresa de celulares, Rokit. A marca chinesa assinou com a equipe no início de 2019, com acordo até 2023, mas a Williams encerrou o contrato de modo antecipado sem explicar as razões.


A nova pintura divulgada expõe que o vermelho da Rokit saiu para dar mais espaço para o branco e azul, cores da equipe Williams. Além disso, a nova pintura do FW43 conta com a presença das marcas Sofina, empresa de Michael Latifi, pai do piloto canadense Nicholas Latifi. Outras marcas como a Acronis e Lavazza ganharam destaque na nova pintura.


Veja:

Após o anúncio do fim da parceria com a ex-patrocinadora master, a Williams afirmou que teria uma pintura nova para a temporada da F1, diferente daquela que foi vista nos testes em Barcelona no início de 2020.

(Foto: divulgação)
Pintura antiga do FW43 divulgada pela Williams no começo de 2020

Nas laterais da asa traseira e no halo do novo FW43 está o arco-íris que representa a campanha #WeRaceAsOne (nós corremos como um). Assim como a Williams, todos os carros da F1 terão a pintura para promover a diversidade na categoria.

(Foto: Williams F1)
Nova pintura divulgada pela Williams F1 para a temporada

Dias difíceis para a Williams

A Williams passa por um momento complicado com falta de investimentos e busca um futuro melhor na F1. A equipe que já foi nove vezes campeã de construtores tenta dar a volta por cima neste ano. Foram duas temporadas com muitos problemas que custaram o último lugar no mundial de construtores de 2018 e 2019. Para esta temporada, a equipe manteve o piloto britânico George Russell e trouxe o novato Nicholas Latifi para o lugar de Robert Kubica.


A Williams retorna as pistas na primeira corrida da temporada da F1 que acontece no dia 05 de julho, no Grande Prêmio da Áustria.