Notícias

Wall Street fecha em alta com redução de preocupações com vírus

Reuters
Reuters
Wall Street fecha em alta com redução de preocupações com vírus
Operadores trabalham na Bolsa de Nova York, EUA

6 de dezembro de 2021 - 18:58 - Atualizado em 6 de dezembro de 2021 - 19:00

Por Devik Jain e Shreyashi Sanyal e Sinéad Carew

(Reuters) – Os principais índices de Wall Street fecharam em alta nesta segunda-feira, com setores economicamente sensíveis e ações relacionadas a viagens disparando conforme investidores se sentiram encorajados por comentários otimistas de uma autoridade de alto escalão do governo dos EUA sobre a variante mais recente da Covid-19.

Embora a cepa Ômicron da Covid-19 tenha causado alarme e a imposição de algumas novas restrições ao redor do mundo, investidores pareceram ter sido tranquilizados quando o dr. Anthony Fauci, a principal autoridade em doenças infecciosas dos EUA, disse à CNN que “até agora, não parece haver um alto grau de severidade”. No entanto, ele afirmou que mais estudos são necessários.

King Lip, estrategista-chefe de investimentos da Baker Avenue Asset Management, em San Francisco citou a notícia de que o banco central da China diminuiria a quantidade de dinheiro que bancos devem manter em reserva, o que pode potencialmente impulsionando empresas estrangeiras que vendem produtos na China, bem como na economia chinesa, como estímulo para alta do mercado.

O Dow Jones avançou 1,87%, para 35.227,03 pontos, o S&P 500 ganhou 1,17%, para 4.591,67 pontos, e o Nasdaq Composite subiu 0,93%, para 15.225,15 pontos.

Os principais índices de Wall Street têm oscilado descontroladamente desde 26 de novembro quando investidores digeriram as notícias da cepa Ômicron da Covid-19 e os comentários do chair do Federal Reserve, Jerome Powell, na semana passada sobre uma redução mais rápida da compra de títulos do governo para combater o aumento da inflação.

O resultado do S&P nesta segunda-feira ficou 2,3% abaixo de onde era negociado antes que investidores começassem a reagir ao vírus Ômicron.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEHB50YM-BASEIMAGE