Notícias

Wall Street fecha em alta com Nasdaq impulsionada por rali tecnológico

Reuters
Reuters

7 de dezembro de 2021 - 19:27 - Atualizado em 7 de dezembro de 2021 - 19:28

Por Devik Jain e Shreyashi Sanyal e Sinéad Carew

(Reuters) – Os principais índices de Wall Street encerraram a sessão desta terça-feira com fortes altas conforme investidores perderam um pouco da ansiedade sobre a variante mais recente do coronavírus e foram atrás das ações de tecnologia, o que impulsionou o Nasdaq.

O anúncio da Intel sobre os planos de abrir o capital da unidade de automóveis autônomos Mobileye nos Estados Unidos no ano que vem empurrou as ações da empresa para uma alta de 3% e animou investidores de chips de forma generalizada.

Os investidores também foram tranquilizados por notícias positivas sobre a variante Omicron. Antes da abertura do mercado, a farmacêutica britânica GSK disse que uma terapia para tratamento da Covid-19 baseada em anticorpos que está desenvolvendo com a Vir Biotechnology foi eficaz contra todas as mutações da variante Omicron.

A notícia se somou ao alívio causado por declarações de Anthony Fauci, autoridade em doenças infecciosas dos EUA, de que evidências preliminares indicam que, embora o Omicron provavelmente tenha um grau mais alto de transmissibilidade, parece ser menos grave.

“Uma semana atrás vimos um grande susto por causa da Ômicron e na semana seguinte a cepa parece ser muito contagiosa, mas menos grave do que as pessoas estavam preocupadas”, disse Peter Tuz, presidente do Chase Investment Counsel em Charlottesville, Virgínia.

Michael James, diretor-gerente de negociação de ações da Wedbush Securities em Los Angeles citou as notícias da Intel e as apostas dos investidores de que o mercado terá seu tradicional impulso de dezembro, conhecido como o rali do Papai Noel.

“Certamente há temores de perder o rali do Papai Noel”, disse James. “É uma mentalidade de apetite por risco mais ampla que está se consolidando hoje.”

O Dow Jones subiu 1,4%, para 35.719,43 pontos, o S&P 500 ganhou 2,07%, para 4.686,75 pontos e o Nasdaq Composite avançou 3,03%, para 15.686,92 pontos.

O índice de volatilidade CBOE, conhecido como o termômetro do medo em Wall Street, recuou de uma máxima em mais de 10 meses alcançada na semana passada, terminando o dia com queda de 19,5 pontos, a 21,89, seu menor patamar de fechamento desde 6 de outubro.

Todos os 11 principais setores da S&P avançaram, com o setor de tecnologia da informação fechando em alta de 3,5%, seu maior ganho percentual diário desde 9 de março, o setor de consumo discricionário teve movimento parecido, com um ganho de 2,4%.