Notícias

Voo é cancelado e passageiros em fúria quebram guichê por causa de hotel; vídeo

Passageiros registraram a confusão e as imagens viralizaram nas redes sociais

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da IstoÉ
Voo é cancelado e passageiros em fúria quebram guichê por causa de hotel; vídeo
(Foto: Reprodução)

2 de novembro de 2021 - 15:35 - Atualizado em 2 de novembro de 2021 - 15:35

Uma confusão entre passageiros e funcionários de uma companhia aérea foi registrada no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) na noite de segunda-feira (1). Conforme as imagens que circulam nas redes sociais, os motivos da briga seriam o cancelamento de um voo e a falta de acomodação de uma família no hotel.

“Eu vou começar a quebrar esse trem aqui. Chama a polícia. Eu só quero resolver. Resolve”, grita uma mulher com criança no colo enquanto bate com a mão na proteção de acrílico do guichê. “Meu filho só tem cinco meses”, diz ela.

Depois, um homem começa a quebrar parte da proteção com um pedestal usado na separação das filas. “Eu quero que resolva, meu filho só tem cinco meses! Resolve. A menina falou para mim tem duas horas. O meu menino não tem que pagar por isso, quero alguém resolvendo aqui agora. Quero a polícia, o menino não tem culpa”, grita ele.

A mulher também tenta justificar: “Eu demorei 16 anos para conseguir ter meu filho! Eu gastei R$ 50 mil. Coloca meu filho em um hotel!”

Segundo a IstoÉ, a família que está no vídeo estava no voo G3 1324, que iria para Confins (MG). O avião teria decolado às 18h05, deu algumas voltas próximo ao aeroporto de Confins e voltou para Guarulhos às 20h16.

Em nota enviada para a reportagem, a Gol afirmou: “A GOL informa que, após a decolagem, o voo G3 1324 (Guarulhos – Confins) precisou retornar ao Aeroporto de Guarulhos, por conta das condições meteorológicas adversas em Confins. A Companhia ressalta que ofereceu o suporte necessário a todos os clientes e acomodou os passageiros para seguir viagem em voos programados para esta terça-feira.”

A assessoria do Aeroporto de Guarulhos não retornou sobre o caso.

Assista: