Notícias

Vítima da Covid-19 passa no concurso da PRF, mas morre sem saber o resultado

Homem deixa um filho de nove anos e uma noiva

Aline
Aline Taveira / Produtora com informações do EM
Vítima da Covid-19 passa no concurso da PRF, mas morre sem saber o resultado
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)

15 de junho de 2021 - 16:51 - Atualizado em 15 de junho de 2021 - 16:53

Juliano Ribeiro Peruchi morreu aos 38 anos em decorrência de complicações da Covid-19 na última sexta-feira (11). Natural do interior do Estado do Espírito Santo, ele sonhava em ser agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) desde a infância. Depois de anos de estudos, ele chegou a ser aprovado no certame, que foi realizado em maio, mas sequer viu o resultado.

Juliano deixou um filho de nove anos do primeiro casamento, estava noivo e tinha planos de se casar no final deste ano. O nome dele consta na lista de aprovados e já convocados para a próxima etapa do concurso, divulgada na última segunda-feira (14), pela banca Cebraspe.

“Ele passou mal e precisou ser internado. Após três dias ele foi intubado e assim ficou por 15 dias. Acabou falecendo. E nesse meio tempo saiu o resultado do concurso e ficamos sabendo que ele foi aprovado. Mas, não deu tempo dele saber, pois já estava inconsciente”, contou o irmão,  João Carlos Peruchi, ao EM

Já era o terceiro concurso para a carreira que Peruchi tentava. 

“Ele tentou vários certames da PRF e quando saiu o edital para esse último, ele se dedicou por quase um ano. Até parou de vir visitar um pouco a família, para se dedicar a esta prova totalmente. Infelizmente foi nela que conseguiu aprovação, sem saber”, afirmou João Carlos.

A família entrou em contato com conhecidos da polícia rodoviária, que fizeram uma homenagem a ele durante o sepultamento. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.