Notícias

Vingança: fotógrafo apaga fotos de casamento por não poder comer na festa

De acordo com o relato do fotógrafo, o trabalho foi aceito como uma forma de ajudar um casal de colegas que iria se casar e não tinha muito dinheiro para as fotos

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com supervisão de Giselle Ulbrich
Vingança: fotógrafo apaga fotos de casamento por não poder comer na festa
Vingança: fotógrafo apaga fotos de casamento por não poder comer na festa (Foto: Reprodução/Pixabay)

4 de outubro de 2021 - 18:48 - Atualizado em 4 de outubro de 2021 - 18:48

A história de um fotógrafo indignado ganhou as redes recentemente. O profissional compartilhou um relato no Reddit, em que afirma ter sido proibido de comer em um festa de casamento em que trabalhou durante o dia todo. Se sentindo ofendido, o homem – de identidade anônima – contou que apagou todas as fotos tiradas durante o evento.

De acordo com o profissional, sua atuação é mais ligada a fotografias de pets. Porém, um casal de amigos o convidou para ser o responsável por registrar o casamento deles, já que a ideia era economizar. Apesar de ter ficado em dúvida no início, ele aceitou o trabalho e concordou em fotografar o evento por U$250 – o que equivale a R$1.363,80. Segundo ele, o valor era justo para um evento de 10h.

Apesar do combinado, as coisas não foram exatamente como o planejado no dia da cerimônia.

No dia do casamento

Segundo o fotógrafo, ele precisou ir em cada compromisso que a noiva tinha no dia. Depois de uma longa jornada, ainda precisaria ir a cerimônia e a festa, que era o que estava planejado ele cobrir. Apesar de ter “aumentado a escala”, o profissional disse que não o permitiram tirar uma pausa, nem jantar na festa. Cansado, com fome e com calor, ele contou que chegou um ponto que ele havia se arrependido de ajudar os colegas, pois até sem água ficou.

“Ele me disse que eu preciso ser profissional ou sair sem receber. Com o calor, a fome, a irritação geral com as circunstâncias, perguntei se ele tinha certeza e ele disse que sim, então apaguei todas as fotos que tirei na frente dele e sai correndo dizendo que não sou mais seu fotógrafo”,

contou.

O profissional concluiu seu post questionando outros usuários se a sua atitude havia sido rude demais, ou até mesmo inapropriada. Para muitos que expressaram opinião sobre o caso, o casal deveria ter se recordado que o fotógrafo aceitou o trabalho como uma ajuda, ou seja, não pelo dinheiro, sendo assim, eles terem oferecido algo ao homem seria o mínimo.