Notícias

Veja o vídeo do momento em que cliente agride funcionário de mercado em Araucária

Lucas
Lucas Sarzi
Veja o vídeo do momento em que cliente agride funcionário de mercado em Araucária
Foto: Reprodução.

28 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 14:44

A confusão aconteceu na tarde desta terça-feira (28), num supermercado de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O cliente tentou entrar sem máscara no mercado, foi advertido pelos funcionários, não aceitou uma máscara fornecida pelo estabelecimento e entrou em luta corporal com funcionários e seguranças. Na luta, o vigilante atirou e um dos disparos atingiu uma funcionária, que morreu na hora.

Toda a ação foi registrada por câmeras de segurança de dentro do supermercado. Segundo o estabelecimento, “ao ser informado sobre o decreto Municipal que exige o uso da EPI, o cliente agrediu o funcionário, que inclusive tentou oferecer uma máscara da empresa, sem custo, para que ele pudesse fazer as suas compras”.

Cliente tentou pegar arma do segurança do mercado

O funcionário pediu ajuda pelo rádio para empresa terceirizada de segurança. “O cliente e o vigilante estavam calmamente se direcionando para a entrada da loja, onde o cliente iniciou uma série de agressões contra o vigilante e tentou pegar a arma do segurança“, disse o mercado.

Segundo o supermercado, “houve um disparo, que atingiu de raspão o cliente agressor” de raspão. Mesmo ferido, o cliente continuou a agredir o segurança, que atirou mais uma vez e o disparo atingiu a fiscal de loja, que estava tentando apaziguar a situação e prestar os esclarecimentos sobre os decretos.

O cliente ferido foi levado ao hospital e depois de receber alta deve ser preso. Já o segurança envolvido na ação teve o armamento recolhido e foi encaminhado à Delegacia de Araucária. Este vigilante deve ficar preso e pode ser indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Funcionária morta deixa dois filhos

A funcionária, de primeiro nome Sandra, trabalhava na rede de supermercados há oito anos. Ela era casada e deixa dois filhos. Uma prima de Sandra, que soube do ocorrido pela TV, disse que ela ajudava a família. “Ela sempre trabalhou para ajudar os pais que são velhinhos. Só tinham ela de filha”, lamentou Aparecida Alves.

Em nota, a rede de supermercados lamentou profundamente o ocorrido em sua loja de Araucária e informou que já está prestando todo o apoio e ajuda à família. A empresa disse também que está contribuindo com as investigações e prestando todos os esclarecimentos necessários para que as autoridades esclareçam os fatos.

funcionaria-morta-mercado-araucaria

A funcionária morreu na hora. Foto: Reprodução.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.