Black Friday

Black Friday? De R$ 39 por apenas R$ 39! Loja é autuada após vídeo viralizar

Funcionária foi flagrada alterando etiquetas, porém, ambas com o mesmo valor

Guilherme
Guilherme Becker / Editor

29 de novembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 29 de novembro de 2019 - 00:00

Um vídeo de uma funcionária alterando os preços de mercadorias para a Black Friday, causou revolta nas redes sociais. Nas imagens a mulher aparece alterando as etiquetas para a super promoção do dia de liquidação, porém, os valores são os mesmos, só muda a cor do papel.

Após a divulgação das imagens, a loja foi autuada pelo Procon e em nota informou que o desconto seria ofertado diretamente no caixa.

Black Friday ou Black Fraude?

O Procon de Criciúma, em Santa Catarina, autuou uma loja de departamentos por possível fraude durante as promoções de Black Friday. Na noite de quarta-feira (27), uma funcionária foi flagrada alterando etiquetas para a liquidação, entretanto, o valor da nova marcação era idêntico ao do valor já praticado normalmente no comércio.

Assista ao vídeo:


Caso seja a loja não apresente uma resposta convincente em até 10 dias, a multa pode variar de R$ 1 mil até R$ 6 milhões.

Loja Renner se defende

Em nota oficial, a rede Lojas Renner divulgou uma nota sobre o fato. De acordo com a empresa, a etiqueta laranja significa que a mercadoria terá 20% de desconto no ato do pagamento, no caixa. 

Confira a nota na íntegra: 

“A Lojas Renner esclarece que a etiqueta amarela sinaliza os produtos participantes da Black Friday, promoção que dá desconto de 20% nesses itens nas lojas físicas, no momento do pagamento. A empresa informa ainda que está preparando sua resposta ao auto de infração emitido pelo Procon de Criciúma, que será apresentada dentro do prazo estabelecido por esse órgão.”