Notícias

Venda de carros usados supera a de veículos novos em 2016

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

23 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 23 de janeiro de 2017 - 00:00

No ano passado, paranaenses investiram menos em carros novos

A procura por automóveis zero quilômetro caiu em todo o Estado

Em 2016, mais paranaenses preferiram comprar veículos usados, ao invés de investir no carro zero. Dados do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) mostram que foram 1.685.716 veículos transferidos ou comprados com troca de município ou de Estado. Ao mesmo tempo, foram 236.594 veículos novos registrados pela primeira vez.

O número de primeiros emplacamentos do último ano é o menor registrado pelo Detran desde 2012, quando foram 467.926 processos – queda de quase 50%. Para o economista e doutor em Negócios, Carlos Bittencourt, entre os motivos está a crise financeira no país. “Com a instabilidade econômica no Brasil, as famílias passaram por reajustes orçamentários. Além disso, a facilidade de compra e a ampla oferta de carros usados e seminovos tornaram esta opção mais vantajosa”, aponta.

A menor procura por automóveis zero quilômetro é uma tendência verificada nos últimos três anos no Estado. Em 2014, foram 201 mil primeiros emplacamentos. No ano seguinte, esse número caiu para 136 mil e chegou a 101 mil em 2016.

O emplacamento de caminhões, ônibus e motocicletas também apresentou queda no período: – 62%, -58% e -29%, respectivamente. Os ciclomotores foram os únicos que registraram alta, com aumento de 164% nos registros. Para o Detran, a diferença está relacionada à regulamentação do licenciamento e da habilitação do tipo ACC, em março de 2016.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.