Notícias

Turquia diz que entrega da CoronaVac é adiada por caso de Covid na alfândega

Reuters
Reuters

27 de dezembro de 2020 - 15:25 - Atualizado em 27 de dezembro de 2020 - 15:25

ANCARA (Reuters) – A entrega do primeiro carregamento da vacina da Sinovac na Turquia foi adiada em “1 ou 2 dias” devido a um caso de coronavírus na alfândega de Pequim, disse o ministro da Saúde turco, Fahrettin Koca, neste domingo.

A Turquia concordou em comprar 50 milhões de doses da CoronaVac, da Sinovac, e esperava a primeira entrega de 3 milhões de doses nesta segunda-feira.

Também serão adquiridas 4,5 milhões de doses da vacina desenvolvida pela BioNTech e pela Pifzer, com opção de obter mais 30 milhões de doses posteriormente.

“Devido a um alerta de Covid-19 em Pequim e um caso de Covid-19 na alfândega de Pequim, a mobilidade naquela seção foi temporariamente suspensa. Por esse motivo, a chegada de nossas vacinas, que deveriam partir após as operações alfandegárias, será atrasada em um ou dois dias “, disse Koca no Twitter.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.