Notícias

TSE diz que atuação para impedir eleições configura crime de responsabilidade

Reuters
Reuters
TSE diz que atuação para impedir eleições configura crime de responsabilidade
Presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso

9 de julho de 2021 - 17:36 - Atualizado em 9 de julho de 2021 - 17:40

Por Pedro Fonseca

(Reuters) – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disse nesta sexta-feira, em nota oficial, que a realização de eleições na data prevista na Constituição é pressuposto do regime democrático, e que qualquer atuação no sentido de impedir a votação viola princípios constitucionais e configura crime de responsabilidade.

A nota foi publicada no site do TSE após o presidente Jair Bolsonaro colocar em dúvida nesta semana mais de uma vez a realização das eleições do próximo ano, em sua defesa do voto impresso auditável.

O TSE afirmou, ainda, que desde a implantação das urnas eletrônicas em 1996 jamais se documentou qualquer episódio de fraude. “A acusação leviana de fraude no processo eleitoral é ofensiva a todos”, afirmou.

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH6816Z-BASEIMAGE

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.