Economia

Tribunal de Justiça do Paraná suspende concurso de técnico judiciário

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

19 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 19 de fevereiro de 2019 - 00:00

TJ-PR suspende concurso de técnico judiciário. (Foto: Divulgação/TJPR)

O edital do concurso do TJ-PR está aberto desde janeiro de 2017; o TJ-PR não informou sobre o ressarcimento dos valores pagos pelos inscritos

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR) suspendeu o concurso destinado ao provimento de cargos de Técnico Judiciário do 1º Grau de Jurisdição.

Concurso TJ-PR

Segundo nota publicada nesta segunda-feira (18), o concurso está temporariamente suspenso porque uma decisão do Conselho Nacional de Justiça determina que cartórios do Paraná sejam estatizados. Além disso, de acordo com órgão, é necessário realizar estudos a respeito do impacto financeiro que tal medida representará no orçamento deste tribunal. (Leia abaixo na íntegra)

O TJ-PR não informou sobre o ressarcimento dos valores pagos pelos inscritos. A inscrição custou R$ 100.  

O edital nº 0001/2017 referente ao concurso em questão foi aberto em janeiro de 2017. Na ocasião, foram abertas 100 vagas para nível técnico e a provável data da prova era prevista para o terceiro trimestre do ano.

Leia a nota do TJ-PR na íntegra:

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, em consideração aos candidatos inscritos no concurso destinado ao provimento de cargos de Técnico Judiciário do 1º Grau de Jurisdição (Edital nº 0001/2017), vem prestar as seguintes informações.

O mencionado concurso foi temporariamente suspenso em razão da modificação da cúpula diretiva deste Tribunal e da necessidade de avaliação de decisões do Conselho Nacional de Justiça, sobretudo quanto à força de trabalho do primeiro grau de jurisdição.

Além disso, em razão de julgamento de recente mandado de segurança pelo Supremo Tribunal Federal, no qual foi restabelecida a vigência da determinação do Conselho Nacional de Justiça para que diversas serventias judiciais do Estado do Paraná sejam estatizadas, este Tribunal de Justiça necessita realizar estudos a respeito do impacto financeiro que tal medida representará no orçamento deste tribunal, até para a elaboração de plano para cumprimento dessa ordem, levando em conta a demanda da força de trabalho a ser suprida em cada unidade judicial, circunstância que também justifica a suspensão do concurso.

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por fim, reitera o seu respeito a todos os candidatos inscritos no concurso e o seu comprometimento com a contínua melhoria da prestação jurisdicional, anseio de toda a sociedade.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.