Notícias

Total de incidentes com águas-vivas aumenta 175% no Paraná

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

31 de janeiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 31 de janeiro de 2017 - 00:00

Correntes marítimas e condições propícias para a reprodução trazem milhares de águas-vivas ao litoral paranaense. Foto: Venilton Kuchler/SESA

Tenente do Corpo de Bombeiros orienta quais os primeiros cuidados a se tomar

O número de acidentes com água-viva cresceu 175% no litoral paranaense nesse verão em comparação com o verão do ano passado. Até hoje o Corpo de Bombeiros atendeu 25.787 incidentes em 40 dias da Operação Verão Paraná. São 11 mil só em Pontal do Paraná, 9.824 em Matinhos e 4.827 em Guaratuba. No ano passado, o total de casos foi de 9.455.

Para Tânia Portella, bióloga e coordenadora da Divisão de Zoonoses e Intoxicações da Secretaria de Estado da Saúde, isso se deve ao comportamento das correntes marítimas e também às condições favoráveis para a reprodução das águas-vivas: “É importante lembrar que elas estão em seu habitat natural e somos nós que dividimos este espaço, sobretudo agora no verão”.

As medidas que estão sendo implementadas para diminuir os danos são o monitoramento das áreas de risco elevado, assim como a preparação de uma estrutura para atender a demanda de vítimas.

A tenente do Corpo de Bombeiros Virgínia Maria Zambrim Turra orienta para os primeiros cuidados em caso de acidentes: “O principal a fazer é lavar o local com a água do mar, sem esfregar, não utilizar água doce ou outros líquidos, como bebidas alcoólicas, urina e azeite. Para tirar os restos das bolsas de toxinas que ficam, é só jogar água do mar ou vinagre”.

As vítimas devem ficar em observação para identificar possíveis sintomas como vômitos, tonturas, desmaios, dificuldades para respirar ou garganta fechada. Segundo a tenente, “isso pode ser sinal de alergia ou uma intolerância maior ao veneno. Se surgir qualquer um destes sintomas, a pessoa deve procurar um médico ou posto de atendimento”.

Veja também
Campanha da RICTV lança vinhetas sobre cuidados no verão

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.