Notícias

Tornados e onda de frio nos EUA matam sete pessoas e interrompem vacinações

Reuters
Reuters

16 de fevereiro de 2021 - 15:13 - Atualizado em 16 de fevereiro de 2021 - 15:13

Por Barbara Goldberg e Peter Szekely

NOVA YORK (Reuters) – Tornados com vítimas fatais no sudeste dos Estados Unidos e o frio histórico abaixo de zero em Estados do sul como o Texas foram responsáveis nesta terça-feira por sete mortes e por grandes cortes de fornecimento de energia que cancelaram a vacinação contra a Covid-19 e ameaçam interromper o fornecimento de vacinas.

O clima seguirá assim em muitas partes dos Estados Unidos desta terça até a próxima sexta-feira, com até 10 centímetros de neve e chuva congelante aguardados em Estados do sul até o nordeste dos EUA, disseram os meteorologistas.

Uma massa de ar do Ártico que desceu sobre grande parte do país empurrou as temperaturas para mínimas históricas nesta terça-feira, segundo a meteorologista Lara Pagano, do Centro de Previsão do Tempo do Serviço Meteorológico Nacional em College Park, Maryland.

Em Lincoln, Nebraska, foi medido -35 graus Celsius nesta terça-feira, quebrando o recorde anteriormente estabelecido em 1978, de -27 graus Celsius.

Enfrentando a falta de energia, autoridades fecharam locais de vacinação e corriam para usar 8.400 vacinas que exigem refrigeração abaixo de zero antes de estragarem após um gerador ter falhado, disse a juíza do condado de Harris Lina Hidalgo.

No sudeste, um sistema de baixa pressão criou combustível para tempestades que provocaram ao menos quatro tornados, disse o meteorologista Jeremy Grams, do serviço climático do Centro de Previsão de Tempestades em Norman, Oklahoma.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.