Notícias

Tio e sobrinho são presos por suspeita de receptação de carros em Araucária

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

7 de fevereiro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 7 de fevereiro de 2019 - 00:00

Policiais deram início a um trabalho de investigação e, hoje, (7), pediram a prisão preventiva do dono do ferro velho e do sobrinho dele, que trabalhava também no local. Eles não tinham passagens pela polícia.(Foto: Reprodução/RICTV)

Ação aconteceu após policiais da Delegacia de Furto e Roubos de Veículos receberem denúncia anônima de que um ferro velho em Araucária estava receptando carros furtados na região de Curitiba.

Uma mega operação da Polícia Civil do Paraná prendeu nesta quinta-feira, (7), dois homens e recuperou quatro carros em um ferro velho em Araucária, região metropolitana de Curitiba.

A ação aconteceu após policiais da Delegacia de Furto e Roubos de Veículos receberem denúncia anônima de que um ferro velho em Araucária estaria receptando carros sem procedência ou procedência duvidosa na região de Curitiba.

Tio e sobrinho presos por suspeita de receptação de carros

Policiais deram início a um trabalho de investigação e, hoje, (7), pediram a prisão preventiva do dono do ferro velho e do sobrinho dele, que também trabalhava no local. Eles não tinham passagens pela polícia.

De acordo com os policiais, os suspeitos de receptação foram identificados como Milton Gama Ferro, de 50 anos, proprietário do ferro velho, e Alessandro dos Santos Gama Ferro, de 20 anos, sobrinho dele, e que o auxiliava para cuidar do local, assim como, na montagem e desmontagem dos veículos.

Um carro foi desmanchado e outros três estavam com placas adulteradas

Durante a vistoria no local, os policiais encontraram quatro carros furtados, sendo um totalmente desmanchado e outros três com placas adulteradas.

O dono do ferro velho disse aos policiais que não sabia que os carros eram furtados, e que comprava os veículos em leilões da cidade.

No local, os investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, encontraram ainda, inúmeras peças que passaram por uma perícia pela equipe do Instituto de Identificação.

Tio e sobrinho permanecem presos e a polícia segue nesta investigação.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.