Notícias

Taxista pula de carro em movimento após ser esfaqueado em Colombo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

13 de julho de 2017 - 00:00 - Atualizado em 13 de julho de 2017 - 00:00

Entre ameaças de morte, Souza foi obrigado a dirigir mesmo após receber uma facada. Como única alternativa, o taxista pulou do carro e começou a correr para dentro de um matagal para se esconder (Foto: Reprodução/RICTV Curitiba)

Mesmo após receber uma facada, o taxista continuou dirigindo sob fortes ameaças de morte; como única alternativa, ele pulou do veículo e se escondeu em um matagal

* Com informações do repórter Marcelo Borges, da RICTV Curitiba

Um taxista foi esfaqueado durante um assalto e precisou pular do veículo e se esconder em um matagal para sobreviver, na madrugada desta quinta-feira (13), no bairro Belo Rincão, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba.

Dival Estevam de Souza, 56 anos, recebeu um chamado realizado pela Central de Rádiotáxi para a rua Jacob Gueno. Chegando ao local, o trabalhador foi surpreendido por dois homens e uma mulher armados com facas.

Sob ameaças de morte, Souza foi obrigado a dirigir mesmo após receber uma facada. Como única alternativa, o taxista pulou do carro e começou a correr para dentro de um matagal para se esconder.

Cerca de dez minutos depois, a vítima criou coragem e saiu do matagal. Começou a bater palmas e pedir por ajuda em uma casa perto do local do crime. Um morador atendeu os chamados do taxista e imediatamente ligou para o Corpo de Bombeiros, e apesar do ferimento, Souza estava consciente.

O taxista foi encaminhado para um hospital da região, e segundo a Polícia Militar, os bandidos fugiram com o táxi da vítima, um veículo Ford Ka, sentido Colônia Faria. A polícia segue realizando buscas contra os assaltantes e o carro.

Assista à reportagem:

Leia mais: 

Esquizofrênico atira na mãe e mata farmacêutico em Cianorte

Taxista socorre motorista de Uber baleada em assalto