Notícias

Suspeitos de lucrarem cerca de R$ 1,4 mi com fraude de documentos são presos

A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (1°) em Londrina, Andirá e Alto do Piquiri, no Paraná e em Petrolina, em Pernambuco; os indivíduos irão responder por organização criminosa, estelionato, falsidade documentais e falsidade ideológica

Ana Clara
Ana Clara Marçal / Estagiária com informações da Polícia Civil do Paraná e supervisão de Bruna Melo
Suspeitos de lucrarem cerca de R$ 1,4 mi com fraude de documentos são presos
Foto: PCPR

2 de julho de 2021 - 13:18 - Atualizado em 2 de julho de 2021 - 13:22

Cinco integrantes de uma organização criminosa foram presos nesta terça-feira (1°) pela Polícia Civil do Paraná (PCPR). A ação aconteceu em Londrina, Andirá e Alto do Piquiri, no Paraná, e em Petrolina, em Pernambuco.

Os indivíduos são suspeitos de lucrarem R$ 1,4 mi fraudando documentos de financiamento. Segundo as investigações, que começaram há oito meses, o grupo seria representante de uma empresa fabricante de placas de energia solar, em Santa Catarina.

Eles fingiam prospectar clientes no norte do Paraná interessados em adquirir as placas e pediam financiamento para instituições financeiras. Ao receberem o pagamento previsto no contrato, as placas eram enviadas à organização criminosa para realizarem a instalação.

No entanto, os materiais nunca chegaram a ser instalados, uma vez que os clientes não existiam. O grupo ficava com os equipamentos e os revendia para terceiros. O financiamento não era pago, dando prejuízo aos bancos. A organização também emitia notas fiscais de prestação de serviços falsas para ficarem com os pagamentos do trabalho não realizado.

No total, foram cumpridas 16 ordens judiciais, cinco de prisão preventiva e 11 de buscas. A PC também apreendeu computadores e documentos relacionados aos contratos fraudulentos. Os indivíduos irão responder por organização criminosa, estelionato, falsidade documentais e falsidade ideológica.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.