Notícias

Homem suspeito de ter estuprado três mulheres é preso em Londrina

Entre as vítimas dos estupros em Londrina está uma jovem grávida; os crimes ocorreram entre fevereiro e abril deste ano

Caroline
Caroline Berticelli / Editora com informações da Polícia Civil
Homem suspeito de ter estuprado três mulheres é preso em Londrina
FOTO: DREAMSTIME

25 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 1 de julho de 2020 - 15:43

Um homem de 48 anos, suspeito de ter cometido três estupros em Londrina, no norte do Paraná, foi preso nesta sexta-feira (24). Os crimes ocorreram nos meses de fevereiro e abril deste ano

De acordo com a Polícia Civil, as investigações iniciaram após a primeira vítima fazer o registro do Boletim de Ocorrência (BO). Na ocasião, um retrato falado com características semelhantes à do suspeito foi confeccionado para ajudar em sua localização, entre elas, estavam algumas tatuagens, sendo uma delas uma carpa no braço esquerdo.   

Tanto testemunhas, como as vítimas dos crimes relataram que o homem costumava agir da mesma maneira para atacar. Ele abordava as mulheres na rua, forçava ou as convencia a entrarem em seu veículo – um Fiat Uno Branco-, e levava todas para o mesmo matagal, onde cometia os estupros

Após quase três meses de diligências, a polícia identificou o suspeito e solicitou ao Poder Judiciário sua prisão temporária. O mandado foi cumprido na residência do homem, no bairro Gaion, em Londrina. 

Na delegacia, ele foi reconhecido pelas vítimas como sendo o autor dos estupros. Ainda conforme a polícia, o investigado possui extensa ficha criminal de violência doméstica, furto e posse de drogas para uso pessoal

Estupros em Londrina

Fevereiro

A primeira vítima violentada pelo suspeito tem 20 anos e encontra-se em situação de rua. No dia do crime, em fevereiro, a mulher estava em via pública quando o suspeito parou o carro (Fiat Uno branco) e ofereceu uma carona a ela.  

Segundo a jovem, quando entrou no veículo, ela foi violentamente agredida com diversos socos e tapas. Na sequência, foi levada até um matagal e lá foi violentada sexualmente. Após o ato, o criminoso teria abandonado-a em uma rua deserta e subtraído sua bolsa com todos os seus documentos.  

Abril

A segunda vítima, de 28 anos, relatou que também foi abordada na rua por um homem com as mesmas características físicas e aparentemente, com o mesmo veículo. Conforme o relato, ela foi levada para o mesmo local onde a primeira vítima foi estuprada e depois do abuso sexual, foi abandonada em uma rua completamente nua e bastante machucada.  

A mulher procurou ajuda em um condomínio próximo, no bairro Pioneiro. O porteiro chamou a polícia e o Samu, que a encaminhou para o hospital, pois ela estava grávida

O terceiro crime foi registrado no dia 23 de abril. A vítima, de 31 anos, relatou que estava em uma praça, no momento em que foi abordada por um homem com as mesmas características e com o mesmo veículo. Ela também foi levada para matagal já relatado pelas outras duas mulheres e foi abandonada em seguida.