Notícias

Suspeito de receptação é preso com bicicleta roubada durante o feriado

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

20 de novembro de 2018 - 00:00 - Atualizado em 20 de novembro de 2018 - 00:00

Com o jovem, de 19 anos, foram encontrados diversos produtos eletrônicos e uma bicicleta sem origem comprovada (Foto: Tiago Silva/RICTV Curitiba)

Quando entraram na residência, os policiais encontraram mais sete bicicletas e vários outros objetos, como roupas, ferramentas domésticas, notebook e videogame

Um homem suspeito de receptação qualificada foi preso na tarde desta segunda-feira (19), no bairro Cajuru, em Curitiba. Com o jovem, de 19 anos, foram encontrados diversos produtos eletrônicos e uma bicicleta sem origem comprovada.

Jovem é presos suspeito de receptação

Segundo o delegado-adjunto da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), Emmanoel David, a bicicleta foi furtada no dia 16 de novembro. “A própria vítima identificou que essa bicicleta foi anunciada em um aplicativo de compras e vendas. Os policiais foram até o endereço do anúncio para averiguar a situação”, conta.

Ainda de acordo com David, assim que entraram na residência, os policiais encontraram mais sete bicicletas e vários outros objetos, como roupas, ferramentas domésticas, notebook e videogame. “Considerando que Rodrigo Hauyber Otramario da Silva não apresentou nota fiscal de nenhum dos produtos e foi flagrado com a bicicleta furtada, ele irá responder por crime de receptação qualificada, explica.

O delegado ainda contou que uma investigação será iniciada para averiguar se, além de receptação, o suspeito também teria participado de furtos. O suspeito segue custodiado pela Polícia Civil, permanecendo a disposição da Justiça por pelo menos até a audiência de custódia.

Histórico criminal

Segundo a polícia, Rodrigo Hauyber possui um vasto histórico criminal. Somente em boletins de ocorrência registrados neste ano, o nome dele consta como suspeito de diversos delitos, que vão desde dirigir sem habilitação a crimes como roubo agravado, receptação, associação criminosa, estelionato e drogas para consumo pessoal.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.