Notícias

Suspeito de matar garota de programa se apresenta à Polícia e vai embora

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

2 de junho de 2016 - 00:00 - Atualizado em 2 de junho de 2016 - 00:00

Foto: WhatsApp

Jovem foi morta dentro da boate com seis tiros. O motivo ainda é investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa

O suspeito pelo assassinato da garota de programa Elisbery Soares, de 19 anos, se apresentou nesta quinta-feira (02) na delegacia da Polícia Civil de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com o delegado Cassiano Aufiero, ele fez apenas uma “visita” acompanhado do advogado e não quis prestar nenhum esclarecimento.  

“Ele disse que só vai falar em juízo. Para nós, não valeu nada essa apresentação”, lamentou o delegado. Segundo a polícia, ainda não há argumentos suficientes para decretar a prisão do suspeito.

Na noite de quarta-feira (1°) um homem invadiu a boate “Noite na Selva” no bairro Tatuquara, em Curitiba, e pediu por “Bia”. No trabalho a vítima usava um nome de Beatriz Ágata Ferreira. Ela foi morta com seis tiros e o motivo ainda é investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Segundo testemunhas, o crime seria um acerto de contas, já que ele repetiu várias vezes que Bia não deveria ter “denunciado”algo e que ela tinha que “aprender a não ser cagueta”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.