Notícias

Suspeito de filmar genitálias de filhas de amigas é preso

As vítimas eram todas meninas e parentes ou filhas de amigas do rapaz

Mônica
Mônica Ferreira / Estagiária com informações do jornal Estado de Minas
Suspeito de filmar genitálias de filhas de amigas é preso
Foto: Ilustrativa/Pixabay

12 de novembro de 2021 - 16:21 - Atualizado em 12 de novembro de 2021 - 16:21

Amilton Rodrigues Silva, suspeito de fotografar e filmar órgãos e genitálias de crianças, foi preso nesta quinta-feira (11) pela Polícia Civil de Planaltina de Goiás (GO).

De acordo com informações do jornal Estado de Minas, as vítimas eram todas meninas, e parentes ou filhas de amigas do rapaz. Elas foram filmadas em momentos que estavam distraídas, brincando ou em outras atividades do dia-a-dia. Nos registros feitos através do celular, o acusado focava nas genitálias das crianças.

O jornal entrou em contato com o delegado Thiago César de Oliveira, que relatou que há alguns vídeos em que o homem filmou escondido o banho de algumas crianças.

“Possivelmente era para satisfação pessoal, mas não podemos descartar se ele divulgava ou repassava as imagens”,

explica o policial.

Crime

Por sorte, uma das famílias das vítimas encontrou o celular de Amilton e viu as imagens feitas por ele. Após a polícia ser acionada, o homem confessou o crime. Ainda há uma desconfiança de que outras crianças possam ter sido vítimas das filmagens, pois o homem deletou arquivos do aparelho celular.

Amilton está preso na cadeia de Planaltina de Goiás e após a conclusão do inquérito será indiciado pelo crime de “produzir, reproduzir, fotografar, filmar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente”, agravada da pena de 4 a 8 anos de prisão por “prevelecer de relações domésticas ou de parentesco”, conforme previsto no artigo 240 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.