Notícias

Suspeito confessa decapitação de jovem na Região Metropolitana de Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

12 de fevereiro de 2017 - 00:00 - Atualizado em 12 de fevereiro de 2017 - 00:00

Anderson Vinícius de Souza Santos foi morto com um tiro e decapitado. (Foto: Reprodução)

Segundo o delegado responsável, uma das linhas de investigação é de crime passional

Dois homens foram presos pela Polícia Civil, na noite da última sexta-feira (10), acusados de participação na morte de Anderson Vinícius de Souza Santos. O jovem, de 22 anos, foi decapitado e jogado no rio que passa pelo município de Adrianópolis, na região metropolitana de Curitiba. Sob comando do delegado Mário Sérgio Bradock, a equipe de investigação chegou a Josias de Matos Freitas, vulgo Cartucho, e José Luiz de Pontes de Lima. 

De acordo com os depoimentos, Josias teria feito um disparo, que levou Anderson a óbito, e José cortou a cabeça da vítima com um facão. Em seguida, eles a enterraram e jogaram o corpo no rio. O responsável pela decapitação confessou, neste sábado (11), sua participação no crime.

Ao RIC Mais, o delegado Bradock confirmou que uma das linhas de investigação é de crime passional, já que há suspeitas de que a vítima teria envolvimento com uma mulher casada. As buscas por novas informações sobre o caso serão retomadas nesta segunda-feira (13).   

Leia também: 

Pai suspeito de matar a filha na frente dos netos está foragido

Suspeita de matar três filhos recém-nascidos é solta pelo TJ

 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.